Autarquia de Melhoramentos da Capital Comcap

13/08/2019 - Comcap
Comcap conta com grupo de ajuda mútua Mulheres e Vivências
A médica Maria Rosa Pacheco coordena o grupo de mulheres e misto para dependentes químicos

foto/divulgação: Adriana Baldissarelli/Divulgação Comcap

Reunião Mulheres e Vivências na Comcap

A médica do trabalho Maria Rosa Pacheco reativou na sexta-feira o grupo Mulheres e Vivências da Comcap. Desta sessão, participaram 11 mulheres e o principal tema tratado foi o perdão.

 

Maria Rosa abre um espaço de conversa sobre sentimentos, pensamentos e vivências das mulheres que trabalham com limpeza pública e coleta de resíduos. “Ela é uma médica de verdade, cuida da saúde das pessoas”, comentou Rita de Cássia Martins. “É nota mil, melhor investimento da Comcap”, completou Samanta Mariano Rodrigues.

 

Invisíveis sob uniforme

 

Hoje as trabalhadoras já percebem o reconhecimento das pessoas pelo papel que desempenham na sociedade, mas ainda se sentem invisíveis sob o uniforme. “Tem gente que vem pra cima, nem nos enxerga varrendo a rua. A gente olha para o chão e quando vê já foi meio que atropelada”, contou uma das participantes.  “Outro dia, pesquei um cidadão com o cabo da vassoura. Fiquei envergonhada, me desculpei, mas ele reconheceu que estava desatento”, acrescentou Magnólia Laurentino.  “Trabalhamos muito sozinhas, sentimentos falta de comunicação”, disse Lucélia Rasveiler Souza.

 

No grupo também são partilhadas vivências pessoais e familiares com o propósito de ajuda mútua. No encontro, por sugestão da gerente de Segurança e Medicina do Trabalho, Cléria Winck Dias, foi trabalhado o texto A vida , do alemão Bert Hellinger, psicoterapeuta e escritor de 93 anos, pioneiro das Constelações Familiares.

 

A médica também coordena na Comcap o Grupo de Apoio Mútuo (GAM) que reúne dependentes químicos em recuperação ou que desejam se tratar. Esse grupo, para homens e mulheres encontra-se uma vez ao mês.

 

 

A vida por Bert Hellinger

 

A vida decepciona-o para você parar de viver com ilusões e ver a realidade.
A vida destrói todo o supérfluo até que reste somente o importante.
A vida não te deixa em paz, para que deixe de culpar-se e aceite tudo como “É”.
A vida vai retirar o que você tem, até você parar de reclamar e começar agradecer.
A vida envia pessoas conflitantes para te curar, pra você deixar de olhar para fora e começar a refletir o que você é por dentro.
A vida permite que você caia de novo e de novo, até que você decida aprender a lição.
A vida lhe tira do caminho e lhe apresenta encruzilhadas, até que você pare de querer controlar tudo e flua como um rio.
A vida coloca seus inimigos na estrada, até que você pare de “reagir”.
A vida te assusta e assustará quantas vezes for necessário, até que você perca o medo e recupere sua fé.
A vida tira o seu amor verdadeiro, ele não concede ou permite, até que você pare de tentar comprá-lo.
A vida lhe distancia das pessoas que você ama, até entender que não somos esse corpo, mas a alma que ele contém.
A vida ri de você muitas e muitas vezes, até você parar de levar tudo tão a sério e rir de si mesmo.

A vida quebra você em tantas partes quantas forem necessárias para a luz penetrar em ti.

A vida confronta você com rebeldes, até que você pare de tentar controlar.
A vida repete a mesma mensagem, se for preciso com gritos e tapas, até você finalmente ouvir.
A vida envia raios e tempestades, para acordá-lo.
A vida o humilha e por vezes o derrota de novo e de novo até que você decida deixar seu ego morrer.
A vida lhe nega bens e grandeza até que pare de querer bens e grandeza e comece a servir.
A vida corta suas asas e poda suas raízes, até que não precise de asas nem raízes, mas apenas desapareça nas formas e seu ser voe.
A vida lhe nega milagres, até que entenda que tudo é um milagre.
A vida encurta seu tempo, para você se apressar em aprender a viver.
A vida te ridiculariza até você se tornar nada, ninguém, para então tornar-se tudo.
A vida não te dá o que você quer, mas o que você precisa para evoluir.
A vida te machuca e te atormenta até que você solte seus caprichos e birras e aprecie a respiração.
A vida te esconde tesouros até que você aprenda a sair para a vida e buscá-los.
A vida te nega Deus, até você vê-lo em todos e em tudo.
A vida te acorda, te poda, te quebra, te desaponta… Mas creia, isso é para que seu melhor se manifeste… até que só o AMOR permaneça em ti.


galeria de imagens