Órgãos

COMCAP



  • Banner: Coleta domiciliar de resíduos sólidos
  • Banner: Coleta gratuita de resíduos volumosos
  • Banner: Destino certo aos resíduos
  • Banner: Ecopontos da Comcap
  • Banner: PEVs de Vidro
  • Banner: Adesivos para lixeiras
  • Banner: Parque Jardim Botânico de Florianópolis
02/02/2016 - Saneamento
Doação de PEV de Vidro autoriza propaganda
Decreto da PMF dá chance à doação de mobiliário de limpeza urbana em troca de publicidade no equipamento por três anos

foto/divulgação: Petra Mafalda/Secom/PMF

Coleta de vidro vai para segunda etapa de instalação dos PEVs, agora com doações privadas

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Comcap, abre espaço para propaganda a empresas e organizações que colaborarem com o mobiliário urbano de coleta seletiva. Até 31 de agosto, estão abertas as inscrições para doação de contentores em 66 novos pontos de entrega voluntária (PEVs) de vidro.

Já participam do programa a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) e a Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc).

 

Florianópolis foi a primeira capital do Sul do Brasil a implantar a coleta exclusiva de vidro, em dezembro de 2014. Os PEVs de Vidro foram instalados, inicialmente, em dez pontos do Continente, tendo adesão imediata da população. Em média, 6 mil quilos de embalagens de vidro já são recolhidas por mês nestes pontos.

 

Agora, os novos pontos de interesse mapeados pela Companhia Melhoramentos da Capital atendem toda a região continental e o centro. De acordo com o presidente da Comcap, Marius Bagnati, a etapa seguinte será cobrir toda a cidade, atingindo a meta final de 160 PEVs de Vidro. “Decidimos implantar essa rede em colaboração com a iniciativa privada. As empresas e organizações terão a possibilidade de associar sua marca a um projeto relevante de reciclagem e sustentabilidade. É uma boa e verdadeira alternativa de marketing verde”, apontou.

 

O vidro hoje, disse Bagnati, dificulta a operação de coleta, por danificar os caminhões coletores e oferecer risco de acidentes aos garis.

 

O investimento por contentor, informa a gerente da Divisão de Pesquisa e Projetos, Karina da Silva de Souza, é em média de R$ 5,9 mil. O investimento mensal, portanto, corresponde a R$ 170, considerando o prazo de três anos de concessão. “Quem aderir agora, faz uma aposta certa no futuro da coleta seletiva em Florianópolis”, indicou a engenheira sanitarista.

 

Aposta no futuro da coleta seletiva


Segundo ela, a Comcap antecipa a logística para adequar os hábitos dos moradores à etapa de triagem mecanizada de materiais recicláveis secos. Hoje, todo material da coleta seletiva da Comcap é doado a associações de catadores que fazem um trabalho braçal e pesado. A tendência é a implantação de usinas automatizadas para a separação do material. Para isso, explicou Karina, é preciso separar o vidro dos outros recicláveis.

 

Em São Paulo, compara o gerente do Departamento Técnico da Comcap, Paulo Pinho, onde não foi prevista esta etapa de entrega segregada de vidro, as duas usinas de triagem enfrentam problemas de corte das esteiras, danos no maquinário e falta de leitores ópticos para o vidro.

 

Prefeito assinou decreto permitindo propaganda


O Decreto Municipal 15.613/2016, assinado pelo prefeito Cesar Souza Junior, em 7 de janeiro, criou o Programa Municipal de Cooperação e Doação de Mobiliário Urbano, permitindo que empresas privadas ou públicas, entidades associativas e cooperativas comprem e instalem contentores (PEVs de Vidro) em áreas públicas identificadas pela Comcap, em troca de publicidade alusiva à doação pelo período de três anos.

 

Os interessados deverão apresentar suas propostas à Secretaria Geral da Comcap, localizada na Rua 14 de julho, nº 375, Estreito, Florianópolis, até 23 de fevereiro. Mais informações para a doação poderão ser obtidas pelos telefones 3261-4809 e 3261-4805, ou pelo e-mail karina@comcap.org.br.


galeria de imagens



Copyright © 2009-2017 Prefeitura de Florianópolis. Todos os direitos reservados.