Órgãos

COMCAP



  • Banner: Coleta domiciliar de resíduos sólidos
  • Banner: Coleta gratuita de resíduos volumosos
  • Banner: Destino certo aos resíduos
  • Banner: Ecopontos da Comcap
  • Banner: PEVs de Vidro
  • Banner: Adesivos para lixeiras
  • Banner: Parque Jardim Botânico de Florianópolis
08/03/2017 - Comcap
Mulheres são minoria na Comcap, mas recebem homenagem da direção
Até atividade de varrição que no passado era quase que exclusivamente feminina hoje tem mais homens

foto/divulgação: Divulgação Comcap

Empregadas da Comcap são homenageadas no 8 de março

O presidente Carlão Martins cuidou que fosse entregue uma rosa a cada empregada da Comcap neste Dia Internacional da Mulher. Até o final do dia, serão distribuídos mimos que incluem a flor e um cartão a todas as 250 mulheres em atividade hoje na companhia.

 

Embora a varrição de ruas em Florianópolis tenha sido uma atividade quase que exclusivamente feminina e, por costume, as profissionais eram chamadas de “margaridas”, hoje a proporção entre os auxiliares operacionais é de três homens para cada mulher.

 

Na coleta de resíduos sólidos, os homens são absoluta maioria, há apenas 14 mulheres contratadas para o cargo de gari.

 

Os empregados da Comcap são admitidos por concurso público e o quadro funcional é basicamente de operacionais. Dos 1,5 mil empregados, mais de 80% são operacionais e o restante administrativos. As mulheres correspondem a 16% do total de empregados.

 

CLIQUE AQUI para ver álbum completo no Facebook.

 

Perfil operacional

Por gênero

Sexo

Garis

Auxiliares operacionais

Masculino

409

611

Feminino

14

213

Total

423

824

 

Pessoa é pra crescer

“A gente tem de crescer. Não é porque trabalhamos na área operacional de limpeza que devemos nos acomodar. Também não devemos nos diminuir. Temos de evoluir, de melhorar e mostrar para a sociedade que quem trabalha com limpeza pode crescer profissional e pessoalmente. Temos bastante reconhecimento, mas ainda há preconceito. O difícil é a pessoa achar que o fato de ter lixo no chão está garantindo nosso emprego. Há quem ache que porque se trabalha na Comcap não se tem capacidade de conseguir algo melhor. Temos de mudar isso. O bom desse trabalho é conhecer muitas pessoas.”

 

  • CLIQUE AQUI para ver esse depoimento da auxiliar operacional Denise dos Santos Costa. Ela trabalha como margarida no Centro, está terminando o curso de Massoterapia e pretende cursar Fisioterapia.

 

Mulher na Comcap já é forte

“Numa empresa tão masculina como a Comcap, há certa resistência a ser vencida pelas mulheres, principalmente quando se ocupa cargos de chefia. Mas, com aquele jeitinho feminino, acabamos conquistando a confiança e tendo reconhecimento à nossa capacidade. As mulheres são extremamente capazes. A mulher para ser empregada da Comcap já é uma mulher forte, pela natureza do trabalho, pelo preconceito, que hoje já não é tão grande como aquele sofrido pelas primeiras margaridas, mas que ainda existe. Há quem se espante de ver a mulher com cabelo arrumado ou unha feita para varrer a rua. Mas hoje já somos admiradas, somos todas guerreiras mesmo. Também não acho que sejamos invisíveis. Gosto muito e me orgulho do que faço. Quando entrei na Comcap, no começo, foi uma experiência assustadora, de estar na rua, exposta, mas há respeito pelo trabalho. Não somos invisíveis, somos reconhecidas.”

 

  • CLIQUE AQUI para ver o depoimento de Luciana Camargo dos Santos, auxiliar operacional e encarregada de turma na Comcap.


galeria de imagens



Copyright © 2009-2017 Prefeitura de Florianópolis. Todos os direitos reservados.