Autarquia de Melhoramentos da Capital Comcap

home >

Apresentação JBF

 

O Jardim Botânico de Florianópolis foi aberto à visitação pública em 24 de setembro de 2016 na condição de parque ecológico e fundado oficialmente por meio do Decreto 17.708/2017 assinado pelo prefeito Gean Loureiro. Estão em fase de elaboração seu plano diretor e de regulamentação seu estatuto e programa de voluntariado.


Instalado em área de 19 hectares cedida pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina à Prefeitura de Florianópolis, o Jardim Botânico de Florianópolis é referência em melhores práticas de agricultura urbana e valorização dos resíduos sólidos orgânicos por meio da compostagem.

 

Abriga espaço didático de reciclagem orgânica com operação e monitoramento de sete sistemas de compostagem domiciliar e comunitária. As hortas sintrópica e medicinal e o temperódromo completam a estrutura de suporte ao Programa de Agricultura Urbana da Prefeitura de Florianópolis. As hortas foram implantadas e são mantidas com a colaboração da comunidade e de organizações públicas e privadas.

 

Área se tornou parque ecológico em 2016


A Prefeitura entregou à cidade no primeiro sábado da Primavera 2016 o Parque Jardim Botânico de Florianópolis, em área que, em 2007, como deputado estadual, o prefeito Cesar Souza Junior ajudou a salvar da especulação imobiliária. Em torno de 7 mil pessoas visitaram o parque no dia da abertura oficial. São 19 hectares conectados a 200 hectares do Manguezal do Itacorubi, às margens da Rodovia Admar Gonzaga, onde, entre a metade dos anos 60 e 90, operou o Centro de Treinamento da Epagri.

 

 “Um Jardim Botânico nunca vai estar 100% pronto. O do Rio de Janeiro foi implantado em 1808 e continua em construção. Mas o bairro do Itacorubi já ganha uma grande área de lazer e daqui para a frente vamos melhorar cada vez mais essa construção permanente e coletiva. Quem quiser vir ajudar, dar sua contribuição, será muito bem-vindo”, disse o prefeito, na solenidade de abertura.

 

  • CLIQUE AQUI para ver mais informações sobre a abertura oficial.

 

Sala verde de visitas na capital das praias


O parque oferece ao visitante a vista do lago e do bosque açoriano, formado principalmente de nogueiras-da-índia, exemplares como olandi, considerada a primeira madeira de lei do Brasil, jerivá e garapuvu, árvore símbolo de Florianópolis. Além da paisagem natural, já estão disponíveis pista de caminhada, parque infantil, academia ao ar livre, redário, espaços para exposições, educação ambiental e valorização de resíduos orgânicos e horta modelo, implantada no final de agosto, com a presença de 167 pessoas.


O parque também conta com quadra de beach tennis e de vôlei, área de atividades físicas, sistema de iluminação e, em breve, viveiro de mudas e canteiro de plantas medicinais.

 

Mapa do parque

 

01 - PRAÇA DE ACESSO
02 - POSTO DA GUARDA MUNICIPAL
03 - ALAMEDA IMPERIAL
04 - PAINÉIS MOBILIÁRIOS DE ARTE
05 - SEDE E ESPAÇO DE EXPOSIÇÕES
06 - PONTO DE ENTREGA VOLUNTÁRIA (PEV) DE RESÍDUOS ORGÂNICOS
07 - PÁTIO DIDÁTICO DE RECICLAGEM ORGÂNICA
08 - VIVEIRO DE MUDAS
09 - HORTA MODELO
10 - CANTEIRO DE PLANTAS MEDICINAIS
11 - BICICLETÁRIO RÚSTICO
12- PARQUE INFANTIL E LABIRINTO
13 - SLACKLINE E ESPAÇO DE RECREAÇÃO
14 - REDÁRIO
15 - PLATAFORMA MULTIUSO
16 - BOSQUE AÇORIANO
17 - GALPÃO DE CURSOS E OFICINAS
18 - PISTA DE CAMINHADA
19 - ACADEMIA AO AR LIVRE
20 - LAGO
21 - PONTE DOS AMORES