Autarquia de Melhoramentos da Capital Comcap

14/12/2018 - Comcap
Comcap amplia coleta porta-a-porta para 200 domicílios
Mudanças ocorrem na Lagoinha do Norte e em servidão de Canasvieiras

foto/divulgação: Adriana Baldissarelli

Coleta domiciliar de porta em porta da Comcap

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Comcap, informa que, atendendo demanda da comunidade, expandirá a coleta de resíduos sólidos de porta em porta para quase 200 domicílios em quatro vias da Lagoinha do Norte e uma em Canasvieiras.

 

A partir de 18 de dezembro, próxima terça-feira, a coleta convencional e a seletiva serão feitas na porta dos domicílios da Servidão Murilo Antônio Bortoluzzi, em Canasvieiras, sem que o morador precise deslocar-se até a rua geral. 

 

Nas ruas Diácono Nemésio Coelho e Cônego Walmor Castro (Rua do Costão) e nas servidões Vista da Lagoinha e Manoel Souza, da mesma forma, as duas modalidades de coleta passam a ser feitas de porta em porta, oferecendo maior comodidade ao usuário.

 

Nos dois locais, explica o presidente da Comcap, Carlos Alberto Martins, a mudança ocorreu porque o Departamento de Coleta conseguiu condições para o caminhão acessar e manobras nas ruas e servidões.

 

Servidão Murilo Antônio Bortoluzzi, em Canasvieiras

     Coleta convencional (rejeitos) sempre às segundas, quartas e sextas, a partir das 7h

     Coleta seletiva (recicláveis secos como papel, vidro, metal e plástico) toda quinta, a partir das 13h

 

Ruas Diácono Nemésio Coelho e Cônego Walmor Castro (Rua do Costão) e nas servidões Vista da Lagoinha e Manoel Souza

     Coleta convencional (rejeitos) sempre às segundas, quartas e sextas, a partir das 20h

     Coleta seletiva (recicláveis secos como papel, vidro, metal e plástico) toda terça, a partir das 13h.

 

 

RECOMENDAÇÕES

 

  •      Os resíduos sólidos devem ser colocados na rua no dia e horário certos, conforme roteiros de coleta convencional ou seletiva. 
  •      O usuário deve separar os resíduos em três frações: recicláveis, compostáveis e rejeito. Até 2030, a meta é desviar do aterro sanitário 90% dos resíduos orgânicos e 60% dos recicláveis secos.
  •      Os resíduos orgânicos devem ser tratados no domicílio ou encaminhados para pátios de compostagem institucionais e comunitários.
  •      O lixo deve ser acondicionado em sacos resistentes de até 100 litros.
  •      Os sacos devem ser dispostos dentro da lixeira alinhada ao muro (em residências) e em contentores plásticos (em condomínios ou organizações sociais, de comércio ou serviço).
  •      Evitar sacolas de supermercado para embalar o lixo, porque rasgam com facilidade.
  •      Embalar materiais pontiagudos e cortantes em embalagem rígida, como garrafa pet, para evitar acidentes.
  •      Prender animais de estimação no horário da coleta.
  •      Impedir estacionamento de veículos na rota do caminhão nos dias e horários da coleta para evitar falhas no serviço.