FLORAM - Fundação Municipal do Meio Ambiente

home >

Programas e Projetos

PROGRAMAS

 

PRA - PROGRAMA ROTEIROS DO AMBIENTE – TRILHAS INTERPRETATIVAS

 

O Programa Roteiros do Ambiente - Trilhas e Caminhos na Ilha de Santa Catarina (PRA) é uma parceria entre a Fundação Municipal do Meio Ambiente (FLORAM), a Secretaria Municipal de Turismo (Setur) e entidades da sociedade civil organizada - Instituto Multidisciplinar de Meio Ambiente e Arqueoastronomia (IMMA), Instituto de Estudos Ambientais Trilheiros de Atitude (IEATA) e Associação Coletivo UC da Ilha, formalizado através da Portaria 003/FLORAM/2015/

 

Este é um programa que visa a realizar o manejo da vegetação e do solo ao longo do trajeto de trilhas e caminhos, promovendo assim sua conservação, com o objetivo de oferecer s segurança aos usuários do local e, ao mesmo tempo, conservar a paisagem, colocando em harmonia os elementos naturais e histórico-culturais, sobretudo em Unidades de Conservação e Caminhos tombados no município de Florianópolis.  No momento são 21 trilhas/caminhos mantidos pelo PRA.  Outros estão previstos para o primeiro semestre de 2021. SAIBA MAIS

 

PRADUC - REABILITAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

 

Este programa envolve diversos projetos de recomposição da cobertura vegetal e reabilitação ambiental em áreas degradadas e matas ciliares nos limites das   unidades de conservação, bem como em áreas de demolição e retirada de edificações, sendo que nessas áreas, a recuperação é uma exigência para a conclusão de processos judiciais.

 

Também faz parte deste Programa o plantio de mudas nativas em substituição a plantas exóticas invasoras, introduzidas nas Unidades de Conservação e seu entorno, cuja retirada é incentivada pelo Departamento e em cumprimento a legislação municipal nº  9.097 de 2012 que prevê a remoção e substituição.

 

Para a execução destes plantios , são utilizadas principalmente mudas produzidas no “Viveiro de Mudas de Plantas Nativas da Mata Atlântica” do Monumento Natural Municipal da Lagoa do Peri e, secundariamente, mudas doadas ou recebidas  pelo  DEPUC ou  FLORAM por compensação de dano ambiental e/ou de projetos de captura de gás carbônico da atmosfera, feitos por iniciativa privada.

 

LAGOAS DO CAMPECHE – REVITALIZAÇÃO DA LAGOA DA CHICA E LAGOA PEQUENA

 

o DEPUC também atua nas áreas tombadas do município.  A gestão   das áreas tombadas da Lagoa da Chica e Lagoa Pequena é uma importante demanda que faz parte das atribuições do DEPUC, contribuindo em parceria com as associações de moradores, a Câmara Municipal e Ministérios Públicos – Federal e Estadual.

 

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS UC MUNICIPAIS

 

O programa de “Educação ambiental” tem como objetivo fazer a recepção, atendimento e informação aos visitantes. Além disso, realiza  a elaboração de material educativo (folders e cartilhas), a produção de material audiovisual adequado para uso em atividades pedagógicas monitoradas,  Monumento Natural Municipal da Lagoa do Peri - MONA Peri, bem como organiza a  programação visual para o interior da sede  MONA Peri, onde são expostos materiais fotográficos, cartográficos,  textos informativos, além de cartazes informativos e didáticos  sobre as UCs do Município, abordando  localização, características físicas, bióticas e socioculturais da área e seu entorno.

 

Além do material pedagógico desenvolvido e disponibilizado, o DEPUC realiza atendimento a unidades educativas e demais grupos interessados mediante agendamento prévio durante o ano todo no MONA Peri, e de acordo com a demanda  na Base de Educação Ambiental da Lagoa Pequena, e no Parque Natural Municipal do Morro da Cruz. Para todos é necessário agendamento prévio através do telefone (48) 3237-5660 ou diretamente do e-mail eadepuc@gmail.com

 

Da mesma forma, o DEPUC tem proferido palestras e participado de workshops, quando convidado, em cursos especiais de formação e aperfeiçoamento profissional de professores, alunos de cursos técnicos e outros.

 

 

PROJETOS


PROJETO FAUNA FLORIPA

 

Iniciado em Outubro de 2019, o projeto Fauna Floripa é realizado em parceria entre a Floram, o IMA e UFSC. Tem como objeto de estudo principal realizar o levantamento das espécies de mamíferos, aves, anfíbios e répteis por toda Ilha de Santa Catarina. Com o passar do tempo, ampliou seus objetivos, realizando também o monitoramento da fauna e estudos ecossistêmicos em geral.

Com o uso de armadilhas fotográficas, por meio da instalação de câmeras de monitoramento de fauna, em áreas de vegetação com estágios sucessionais avançados e remanescentes primários ao longo de todo território insular, importantes dados estão sendo levantados e os objetivos sendo alcançados.  SAIBA MAIS

 

CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL DO PROGRAMA BANDEIRA AZUL

 

Anualmente o DEPUC realiza o processo de certificação internacional da Bandeira Azul para a temporada de verão (dezembro a março) no MONA da Lagoa do Peri, sendo 2019/2020 o 5o ano consecutivo da certificação. A certificação conta com o cumprimento de 35 critérios ambientais de adequação ao programa, o estabelecimento de um comitê gestor de praias, atualmente sendo representado pelo o Conselho Consultivo do MONA da Lagoa do Peri, e a realização de atividades de educação ambiental durante a temporada. SAIBA MAIS

 

BASE DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA LAGOA PEQUENA

 

Inaugurada em junho de 2019, localizada no entorno da UC do Parque Natural Municipal das Dunas da Lagoa da Conceição, a base é uma estrutura física implementada a fim de promover  eventos e atividades ligadas a Educação Ambiental, fomentando o aumento do uso público consciente na área e procurando evitar o uso impróprio, instigando a participação da comunidade e escolas do entorno nesse processo. Também há a instalação de diversas placas interpretativas na área da Base e no decorrer das trilhas foram e são desenvolvidas atividades de enriquecimento da flora nativa.  Atualmente, três escolas públicas do entorno (EBM João Gonçalves Pinheiro, EBE Januária Teixeira da Rocha e EBM Brigadeiro Eduardo Gomes), Associação de Moradores do Campeche (AMOCAM), Associação de Moradores do Rio Tavares, FLORAM (DEPUC e DEPEA), além de moradores interessados participam do planejamento e desenvolvimento das atividades.

 

PROJETO CAMINHO DOS PESCADORES

 

O Projeto Caminho dos Pescadores surgiu da necessidade de controlar os impactos causados pelos veículos sobre a paisagem natural das Dunas do Santinho, onde a vegetação de restinga estava sofrendo bastante com a passagem dos automóveis, e muitos caminhos secundários começaram a ser abertos. Deste modo, o DEPUC, junto com Intendência do Ingleses, Associação de Pescadores do Canto Sul dos Ingleses e Instituto Ambiental Santinho, iniciaram um processo de atividades centradas no manejo do Caminho dos Pescadores. Os objetivos principais do projeto se fundamentam em recuperar, qualificar e ordenar o caminho, visto que este atravessa o Parque Natural Municipal da Lagoa do Jacaré das Dunas do Costão do Santinho.


PLANO DE EXECUÇÃO DE RECURSOS DE COMPENSAÇÃO AMBIENTAL – PARQUE MUNICIPAL DAS DUNAS DA LAGOA DA CONCEIÇÃO

 

Em setembro/2011 o DEPUC finalizou a elaboração do “Plano de Execução de Recursos de Compensação Ambiental – Parque Municipal das Dunas da Lagoa da Conceição”, que tem por objetivo a aplicação do recurso de compensação ambiental visando basicamente a demarcação dos limites desta unidade de conservação.

 

O DEPUC concluiu estudo para a definição dos limites georreferenciados do Parque Municipal das Dunas da Lagoa da Conceição, aguardando sua aprovação pela FLORAM para proceder à demarcação.

 

PLANO DE EXECUÇÃO DE RECURSOS DE COMPENSAÇÃO AMBIENTAL – PARQUE MUNICIPAL DO MANGUEZAL DO ITACORUBI

 

Em junho/2011 o DEPUC finalizou a elaboração do “Plano de Execução de Recursos de Compensação Ambiental – Parque Municipal do Manguezal do Itacorubi”, que tem por objetivo a adequação desta UC ao SNUC, bem como sua efetiva implantação com a aquisição de bens e equipamentos, bem como a instalação de infraestrutura de trabalho para a administração e operacionalização do Parque.

 

ESTUDOS, LEVANTAMENTOS E DEMARCAÇÕES VISANDO O ENQUADRAMENTO DO PARQUE MUNICIPAL DA LAGOA DO PERI AO SNUC

 

Em setembro/2010 o DEPUC elaborou Termo de Referência para a contratação de serviços para a realização dos estudos, visando basicamente o levantamento da situação fundiária do Parque Municipal da Lagoa do Peri dentro do “Plano de Execução de Recursos de Compensação Ambiental” referente ao licenciamento de obra da Eletrosul no entorno do Parque.

 

PLANO DE EXECUÇÃO DE RECURSOS DE COMPENSAÇÃO AMBIENTAL – PARQUE MUNICIPAL DO MACIÇO DA COSTEIRA

 

Em agosto/2010 o DEPUC elaborou o “Plano de Execução de Recursos de Compensação Ambiental – Parque Municipal do Maciço da Costeira”, que tem por objetivo a adequação desta UC ao SNUC, bem como sua efetiva implantação.

 

LIMPEZA E DESASSOREAMENTO EM TRECHO DO RIO DO SERTÃO – PARQUE MUNICIPAL DO MANGUEZAL DO ITACORUBI

 

Projeto elaborado e executado com a supervisão do DEPUC em 2008, atualmente em fase de monitoramento.

 

OUTROS PROJETOS

 

Além dos projetos citados, há uma série de outros projetos em desenvolvimento e/ou em vias de execução, propostos por entidades de ensino/pesquisa (UFSC, UNISUL). Entre estes destacamos projetos e no Monumento Natural Municipal  da Lagoa do Peri, ligados à qualidade e dinâmica das águas da lagoa, ictiofauna (peixes) de água doce, interação entre plantas e animais (dispersão de sementes do gerivá – Syagrus romanzofiana), ecologia de insetos na mata pluvial de encosta (floresta ombrófila densa), além de pesquisas relacionadas à agricultura tradicional na comunidade do Sertão do Peri.

 

Também estão em desenvolvimento pesquisas acadêmicas nas demais UCs Municipais

 

Destaca-se que todas estas pesquisas acadêmicas são de importância fundamental para a elaboração do futuro plano de manejo para estas unidades de conservação.