Órgãos

Fundação Franklin Cascaes



  • Banner: Página do Facebook
  • Banner: Edital de Seleção de Projetos Culturais
  • Banner: Fundação Franklin Cascaes - 30 anos
24/05/2017 - Cultura
Cinemateca é homenageada na Câmara Municipal de Florianópolis

foto/divulgação: Édio Hélio Ramos/ Divulgação CMF

Cinemateca é homenageada na Câmara Municipal de Florianópolis

A superintendente da Fundação Cultural Franklin Cascaes participou nesta terça-feira, 23 de maio, da Sessão Solene em comemoração aos 31 anos da Cinemateca Catarinense, realizada pela Câmara Municipal de Florianópolis.

 

Fundada em 1986, a Cinemateca Catarinense foi a realização do sonho de um grupo de jovens que queriam fazer cinema em Santa Catarina. Desde a sua origem, a entidade tem como fundamentos a pesquisa, produção, formação, difusão, preservação e valorização dos filmes.


A pesquisa sobre o cinema catarinense está entre as primeiras e principais ações da Cinemateca, o que culminou, em 1987, na produção do livro “O cinema em Santa Catarina”, elaborado por Zeca Pires e Norberto Depizzolatti.


Ao longo dos anos o grupo foi responsável por inúmeras outras ações para a consolidação do cinema em Santa Catarina. Entre elas destacam-se a 1ª Mostra de Filmes Catarinenses, 1ª Mostra do Novo Cinema Catarinense, e a promoção do curso de cinema no Departamento de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina que deu origem ao Curso de Cinema na UFSC. Além disso, a instituição criou, junto à Fundação Catarinense de Cultura, o Prêmio Catarinense de Cinema.


Atualmente, 31 anos após sua fundação, a Cinemateca Catarinense, continua sendo uma associação voltada ao fortalecimento da produção, difusão e política do cinema e audiovisual.

 

Em seu discurso durante a entrega da honraria, o presidente da entidade, Pedro Machado Carneiro, destacou que a economia criativa é uma das maiores indústrias do mundo e enfatizou que Florianópolis está pronta para fazer parte dela. “A cultura tem que ser pensada como um investimento que tem retorno”.


O reconhecimento do trabalho realizado durante mais de três décadas pela Cinemateca Catarinense partiu de proposição do vereador Lino Peres (PT) e foi aprovado por unanimidade pelos demais parlamentares e certamente pela sociedade.


Afinal, audiovisuais não são apenas histórias contadas em telas. São a oportunidade que as pessoas ganham de se teletransportar mesmo sem sair do lugar, de viajar por lugares distantes sem se mover, de conhecer novas pessoas, de saber mais sobre o passado, de se autoconhecer.

 

O cinema diverte, distrai, encanta, ensina. Valorizar esta arte é o melhor reconhecimento e prêmio que toda a categoria e todos os cidadãos podem ter.




Copyright © 2009-2017 Prefeitura de Florianópolis. Todos os direitos reservados.