• Banner: Lei de Acesso a Informa��o
  • Banner: Minha Casa Minha Vida
  • Banner: Plano Diretor de Florianópolis
  • Banner: IPTU 2014
  • Banner: Prefeitura no Bairro
  • Banner: Contorno Rodoviário de Florianópolis
  • Banner: Matricula Online 2013
  • Banner: Banner: Licitações Públicas Educação
03/12/2013 - SME - Educação
Escola municipal vence Prêmio de Educação
Projeto “A Hora de Ler”, da Escola Desdobrada Costa da Lagoa, ficou em primeiro lugar em evento da RBS

foto/divulgação: Mariana Petry

Carolina Kuhnen, Rodolfo Joaquim Pinto da Luz e Elizete Marques

A Escola Desdobrada Municipal Costa da Lagoa, no Leste da Ilha, foi a vencedora do “Prêmio RBS de Educação - Para entender o mundo”, na categoria escola pública de Santa Catarina. O primeiro lugar foi obtido com o projeto 'Hora de Ler', inscrito pela professora Carolina Kuhnen. Na final, o estabelecimento de ensino disputou o prêmio com os municípios de Rio dos Cedros, no Meio Oeste, e Brusque, no Vale do Itajaí.

 

O evento busca reconhecer projetos e fazer com que boas práticas sejam compartilhadas e replicadas em sala de aula. Cada um dos profissionais finalistas recebeu R$ 1,5 mil e o primeiro lugar ganhou R$ 10 mil. A escola em que o educador atua terá direito a R$ 6 mil.

 

A 'Hora de Ler' foi desenvolvido com as turmas do 1º e 3º anos, da professora Carolina Kuhnen, e com o 2º e 4º anos, da professora Elizete Maria Marques. Como forma de conhecimento e prazer, o projeto incentiva e cultiva a leitura e a escrita no cotidiano das crianças. A iniciativa ocorre às terças e quartas-feiras.

 

A escola, por ser desdobrada, atende a crianças do 1º ao 4º ano. Atualmente estão matriculados na pequena unidade 32 crianças. No mesmo prédio, funciona também um núcleo de educação infantil, responsável por 39 crianças.

Grande disputa

A criançada se reúne em roda e são sorteados os leitores do dia. Cada um escolhe um livro, conforme o gênero previamente definido pelas professoras. Pode ser uma fábula, conto ou poesia.

 

Mais tarde, é preenchida uma tabela indicando o dia da atividade, o gênero e quem foram os leitores. Além disso, todos os alunos podem fazer observações sobre o que mais gostaram, o que menos gostaram ou ainda o que mais chamou atenção no livro. Feitas as anotações, a tabela é afixada na sala de aula.

 

De acordo com a professora Carolina Kuhnen, a 'Hora de Ler' é muito disputada pelas crianças, que demonstram a cada dia maior interesse em ler e vêm aprimorando também o desempenho na escrita.

 

Um desdobramento que merece destaque, segundo a professora Elizete Maria Marques, foi um intercâmbio realizado com o Colégio do Castanheiro da Ilha de São Miguel, em Açores. A parceria resultou em uma videoconferência, na qual as crianças daqui e de lá puderam expor suas opiniões e impressões a respeito do livro "Um Naufrágio nos Açores", de Rita Cortez.

 

A obra trata de um diário escrito por duas meninas e um menino, a partir de uma viagem à Ilha Terceira. A aventura leva o trio à descoberta da História Portuguesa no período dos descobrimentos e aos sítios, objetos, vestígios humanos e paisagens submersas.

 

 Trilha e passeio de barco

 

Na manhã desta terça-feira (3), para comemorar o prêmio, alunos, professores e moradores fizeram uma caminhada na trilha da Costa da Lagoa. Juntos carregavam o troféu e cartazes. Com tambores e apitos anunciavam aos 1.300 habitantes que a Costa é destaque estadual.

 

Para o período da tarde, estava previsto um passeio de barco, outra forma de dar visibilidade à unidade escolar.

 

 Cheiro de liberdade

   Há 11 anos, Carolina mora no bairro em que leciona. É lá que cria as filhas Ana Victória Kuhnen, 13 anos; e Isabela Kuhnen Pereira, 4 anos. Foi lá que conheceu o pescador Rodrigo Pereira, com quem se casou.

 

Carolina Kuhnen, 35 anos, é florianopolitana. Formou-se em Pedagogia em 2001 pela Universidade Federal de Santa Catarina. No mesmo ano,  tornou-se professora substituta da rede municipal de ensino, lecionando na Escola Desdobrada Costa da Lagoa. Como substituta, ficou na localidade até 2003.

 

Efetivada na Prefeitura em 2004, foi trabalhar na Escola Básica Mâncio Costa, em Ratones. Mas em 2005 encontrava-se de volta à Costa da Lagoa como professora designada. Já foi diretora da unidade e coordenadora da sala informatizada. Carol, como é conhecida, diz não querer mais sair da comunidade: “Esse pedacinho é muito bonito, apaixonante. Cheira liberdade, segurança”. 


galeria de imagens



Copyright © 2009-2014 Prefeitura de Florianópolis. Todos os direitos reservados.