• Banner: Comercio de Ambulantes
  • Banner: Oficinas de Drenagem Urbana
  • Banner: Confira a Nova Nota Fiscal Eletrônica
  • Banner: Portal da Transparência
  • Banner: Plano Diretor
  • Banner: 2° VIA IPTU DIGITAL
  • Banner: Creche Inscrições
26/08/2015 - SC - Comunicação
Ação sustentável tem apresentação técnica
Secretariado e entidades tiram dúvidas sobre o 1º Plano de Ação Sustentável da Região Sul

foto/divulgação: Petra Mafalda/PMF

Apresentação técnica do projeto

Integrantes da ICES e da empresa espanhola IDOM estiveram na Capital para apresentação técnica do Plano de Ação Florianópolis Sustentável, primeiro estudo amplo de sustentabilidade de um município da Região Sul, lançado em junho pela Prefeitura.

A apresentação reuniu secretários de governo e entidades da Grande Florianópolis no auditório do Tribunal de Contas da União (TCU), que puderam conhecer os detalhes do plano e discutir sobre as ações que ele indica para a Capital crescer com sustentabilidade.

Marcia Casseb, coordenadora nacional do ICES (Iniciativa Cidades Emergentes e Sustentáveis), apresentou o trabalho da entidade realizado em todo o país, e também fora dele.

“A pesquisa é bem aprofundada, foram quase dois anos de estudo, são 30 minutos de entrevista para cada morador questionado dentro da estatística”, disse.

A representante da empresa IDOM, Heloísa Barbeiro, apresentou uma síntese do resultado dos estudos.

“Montamos um cenário para Florianópolis para 2050, com sua mancha urbana, sua mobilidade, suas áreas suscetíveis a deslizamentos e enchentes. Tudo para saber como chegar lá da melhor maneira”, explicou.

O plano de ação

- Foram levantados 121 indicadores, divididos em 23 temas e separados em três dimensões (ambiental e mudança do clima; urbana; fiscal e governança). Destes, cinco foram aprofundados e priorizados;

- Diante destes números, o plano indicou 95 ações que o município precisa encaminhar para que a cidade cresça de maneira sustentável, 18 deles de forma prioritária;

- Foram realizados estudos inéditos como emissão de gases de efeito estufa, vulnerabilidades à mudança do clima e crescimento da mancha urbana da cidade e de seu entorno.

- Os cinco temas priorizados – onde Florianópolis precisa melhorar – são: gestão integrada de saneamento básico; vulnerabilidade a desastres naturais; uso e ocupação do solo;Mobilidade; gestão pública moderna.

ATENÇÃO

 

  • Para ter acesso ao Plano de Ação Florianópolis Sustentável, basta acessar ESTE LINK.

  • Para acesso aos estudos que nortearam o Plano, clicar nos links abaixo:

 


galeria de imagens



Copyright © 2009-2017 Prefeitura de Florianópolis. Todos os direitos reservados.