Produto 1: Diagnóstico Ambiental Simplificado

ID Nome Sugestão

Produto 2: Estudo de Territorialidade

ID Nome Sugestão

Produto 3: Estudo de Impacto Simplificado

ID Nome Sugestão

Produto 4: Aspectos Legais

ID Nome Sugestão

Produto 5: Estudo Preliminar Arquitetônico e Urbanístico

ID Nome Sugestão
28Aline Soares MeloUm projeto lindo, grande, de lazer e de atrações para todos! Urgente para nossa cidade que ainda não tem uma área estrutural dessas. Fiquei maravilhada!!! Que saia do papel o quanto antes!
30Manoella Bez BorgesInicialmente gostaria de elogiar muito o projeto e a iniciativa da prefeitura de Florianópolis em levar adiante uma pergunta que todos os moradores da grande Florianópolis e turistas que nos visitam tem em mente, por que uma cidade ilha não tem uma marina pública. Vi com atenção as várias plantas do projeto arquitetônico e seu desenho é muito harmonioso, respeita a natureza do entorno. Como sugestão ao projeto, porque talvez não tenha percebido, mas seria muito importante haver uma rampa confortável para receber jet-ski, onde se pudesse descer com a carretinha sem riscos de manobras. Outro ponto importante para o amantes do jet-ski é ter onde estacionar o carro e a carretinha, prevendo também um espaço para adoçar o motor, que deverá ter torneira, mangueira e água doce. Essas são as minhas primeiras impressões sobre o projeto e minha sugestão. Torço muito para que não seja apenas um projeto e que as obras sejam executadas. Florianópolis merece uma obra deste porte e importância, que permitirá o uso da natureza de forma adequada e sustentável.
70Eduardo LouroNão irei entrar em considerações outras além das características dos píeres flutuantes e seu layout no que diz respeito aos acessos. Hoje as principais marinas do mundo utilizam píeres construídos em alumínio e perfil do perímetro com trilhos para a possibilidade de agregar e/ou realocar acessórios em questão de segundos de acordo com a demanda, sem necessidade de ferramentas elétricas ou especiais, isolamento de área, etc... princípios que o píer em concreto não atende pois necessita utilizar chumbadores para fixar e, na retirada de acessórios fica a furação antiga e/ou reparo desvalorizando o produto. O píer em alumínio pesa no mínimo 1/4 do píer leve de concreto, o que proporciona menos carga de trabalho nas uniões e pontos de fixação, consequentemente, menor manutenção, vide histórico da Marina da Glória, com a atual reforma foi implantado em 2016 píer de concreto em detrimento do alumínio, na ressaca da semana que antecedeu a Rio 2016 houve algumas avarias nos píeres de concreto, enquanto o antigo píer de alumínio, com 6 anos de uso não sofreu danos tanto nas uniões quanto nos colares de fixação, e foram inúmeras ressacas que aconteceu nestes últimos 6 anos. Deveriam especificar apenas as sobrecarga no píer, flutuadores monoblocos preenchidos com EPS (Isopor) para evitar a perda de flutuabilidade mesmo em caso de avaria, dimensões básicas e seus acessórios e deixar detalhes construtivo para o fabricante do píer. Quanto ao Lay-out - Para diminuir o custo de implantação em alguns milhões, o ideal é que cada píer tenha seu acesso direto da orla (ponte) eliminando a ligação flutuante entre os píeres, irá economizar muito flutuante e todos os condutores (água, energia, etc) e a mão de obra de instalação destes elementos, como na fig.04 pág. 19. Também, as rampas de acesso em ângulo no apoio sobre o píer não funciona muito bem quando há movimentos de marolas. Consideração final: A escolha do método construtivo e layout apresentado neste documento aparenta ser direcionado a: 1) vender metragens de píer flutuante e seus acessórios além da necessária para viabilizar um projeto de marina - o custo impacta diretamente na viabilidade econômica do Projeto, pois o layout que se apresenta o seu custo de implantação é maior, o custo de manutenção é maior e a rentabilidade/m² de píer flutuante instalado é menor, uma vez que uma área de tamanho considerável servirá apenas para circulação dos usuários sem gerar receita de amarre; 2) Que o fabricante seja um dos poucos que ainda tentam manter o mercado de píer em concreto com a Lindley que opera no Brasil e é parceira comercial da BR marinas e fornecedora das figuras ilustrativas do documento. Já fui cliente dos pedestais de iluminação e fornecimento de energia e água de um dos idealizadores do projeto, o Alex Junk, mas não tive contato com ele sobre este projeto. Atenciosamente.
99Widomar Pereira Carpes JúniorPrezado (a) Sr. (a) Favor incluir no projeto a realização de: 1. uma praia (na face/aresta norte) do empreendimento, visto que a praia existente no local foi suprimida.Pois, apesar de não recomendável, devido a poluição, várias pessoas utilizam a praia existente para pesca, caminhar ou praticar esportes, principalmente pessoas mais simples que moram nos arredores. Esta pode ser realizada por aterramento através de dragagem. 2. um cais público em condições de receber não somente embarcações turísticas, mas também de transporte marítimo regular em vias de implantação. Respeitosamente, Widomar P. Carpes Jr.
140FERNANDO ALBUQUERQUECONSIDERANDO AS EXIGÊNCIAS TÉCNICAS PREVISTAS PELA LEGISLAÇÃO DO MUNICÍPIO E ENTENDENDO QUE ESTAS SÃO, OU DEVERIAM SER, ADOTADAS A TODOS OS EMPREENDIMENTOS REALIZADOS EM FLORIANÓPOLIS, ME INTRIGA IMAGINAR A IMPLANTAÇÃO DE UM EMPREENDIMENTO DESTE PORTE EM UMA DAS AVENIDAS MAIS MOVIMENTADAS DA CIDADE SEM QUE HAJA UMA PREVISÃO DE AMPLIAÇÃO CONSIDERÁVEL DO SISTEMA VIÁRIO. GERALMENTE OS PROBLEMAS EM FLORIANÓPOLIS SÃO SAZONAIS E PERCEBIDOS APENAS NO VERÃO, QUANDO MAIS DE 2 MILHÕES DE PESSOAS PASSAM PELA CIDADE.

Produto 6: Estudo de Viabilidade Econômico-Financeiro

ID Nome Sugestão

Considerações Gerais

ID Nome Sugestão
26Sérgio MachadoOlá, parabenizo pelo projeto! Gostaria de propor idéias para fortalecer o uso do parque como de multi uso (esportivo/recreacional) e integrador de elementos naturais (terra/mar). Sou formado em Ed. Física e atuo a mais de 20 anos com atividades de aventura ao ar livre, minha empresa é a Adrenailha e já fui Coordenador da ABETA SC Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura diretório de SC. Faço cinco observações abaixo, e espero que elas possam de alguma forma contribuir para o projeto.: Primeiro: Reservar algum espaço para guarderia pública, aonde o cidadão comum possa locar um espaço e lá deixar seu equipamento, prancha de Sup, caiaques e Windsurf principalmente, a guarderia pode estar vinculada a Escola de Vela, a necessidade desse tipo de equipamento por todas as regiões da ilha já que são dificeis de armazenar em apartamentos. Segundo: Sobre a Escola de Vela, acho mais apropriado o projeto dar a intenção deste local ser um \"Clube do Vento\" associando mais esportes como windsurf e kitesurf alem da vela propriamente dita, com certeza aumentará o numero de entusiastas pela ideia da criação deste club. Terceiro ponto: Turismo de Experiencia - O projeto deveria disponibilizar espaço destinado para empresas receptivas de turismo de experiencia, nautico e terrestre (passeios de caiaque para conhecer o forte e a ponte Hercilio Luz por exemplo, ao mesmo tempo passeios de bike conhecendo as pontes o centro da cidade e integrando o parque da luz, entre muitos outros que podem ser desenvolvidos. Os turistas precisam de atividades, e destinando espaços para que empresas como a minha possam atuar seria a possibilidade geração de mais empregos e atrativos para uma região que sofre com a escasses de produtos turisticos de qualidade, mais um enorme diferencial que este parque pode proporcionar. Quarto ponto: A instalação de outros equipamentos de atividades esportivas ao ar livre como, uma torre de escalada, como esta em um parque urbano na alemanhã : https://goo.gl/images/qFPH5R Lógico é só um exemplo, o que importa é que ocupa pouco espaço, causa um grande impacto visual, é uma atividade física/esportiva de muitos adeptos na ilha e no continente o que irá atrair mais simpatizantes pelo projeto. Quinto ponto: O local destinado como \"Praça Nautica\" pode ganhar novas atividades alem das mencionadas atualmente no projeto, sugiro a inclusão destas duas: Waterline (Slackline em cima da água) e Psicobloc, https://goo.gl/images/xxyyxE que pode fazer parte da mesma parede de escalada, sendo uma parte seca e a outra molhada, servindo inclusive para eventos, e já com o gancho de que a Escalada esportiva é agora esporte olimpico. Obrigado por lerem minhas opiniões, acredito que este projeto realmente será uma intervenção inteligente para Florianópolis. Abraços. Sérgio Machado. Adrenailha Aventuras - Cnpj 05334041000138
27FernandaTive a oportunidade de conhecer o projeto e acredito ser muito legal para o crescimento da cidade. Poderemos aliar atividades físicas com lazer, crianças e adultos aproveitando o mesmo espaço. A ideia de estacionamento subterrâneo também é muito interessante. Desejamos boa sorte!
46MIRIAN DOS SANTOSFlorianópolis estava precisando de algo assim. Uma cidade como Florianópolis tem que ter maior aproveitamento dos recursos náuticos. Parabéns pela iniciativa!
47Carolina CarvalhoO projeto é uma excelente iniciativa visto que não onera o município e dá ao cidadão e visitante da cidade mais uma opção de espaço voltado ao lazer e ao bem estar. Sem dúvida o Parque Urbano e Marina serão um legado importante ao município de Florianópolis. Parabéns a todos os envolvidos, e espero que logo este sonho torne-se realidade!
61George NeisA Criação de uma escola náutica \"Gratuita\" com a parceria da FME e dos clubes de vela de Florianópolis, com o LIC e o ICSC, onde os jovens vão iniciar nas praticas náuticas.
63silviaUm super produto para turistas e moradores. Mais uma opção de entretenimento e lazer.
65Bruno de Sousa AlvesBoa tarde, Acredito que o projeto seja viável e que deverá trazer alguns benefícios para a cidade de Florianópolis, principalmente no que tange às questões de turismo e geração de novos empregos. No entanto, é preciso verificar condições de mobilidade na região. Atualmente formam-se filas gigantescas na Av. Beira Mar provenientes do acesso às pontes que ligam a ilha ao continente. O transporte marítimo e o BRT podem ser uma alternativa para às questões de mobilidade mas deve-se ainda verificar a influência deste novo empreendimento sobre os diferentes modais de transporte (integração). Não há informações no projeto sobre a integração com o transporte público! Haverá integração de transporte marítimo com transporte público atual? Além disso, a construção de uma marina na região deverá elevar ainda o número de consumidores com alto poder aquisitivo e, consequentemente e futuramente, o custo de vida na cidade (elitização). É preciso questionar a quem servirá este empreendimento. A população de Florianópolis poderá usufruir de todos os espaços? Quem terá acesso? Antes de desenvolver um projeto como este é preciso resolver outros problemas e situações precárias na cidade: mobilidade, segurança, saúde, educação, acessibilidade e outros. Florianópolis é uma cidade linda por natureza e é preciso que o desenvolvimento ocorra de forma uniforme, considerando seus moradores e a natureza (sustentabilidade). Apesar de o turismo ser uma das atividades econômicas mais relevantes da região, a população nativa da cidade precisa de melhores condições, não apenas para o turismo, mas uma melhor qualidade de vida global. O lazer faz parte da qualidade de vida de todos, mas acredito que, no momento, outras iniciativas de menor impacto e custo possam ser realizadas para benefício da população em geral e para o turismo. Podemos citar como exemplo a abertura do Jardim botânico de Florianópolis: um espaço público destinado à população oferecendo oficinas de reciclagem e conscientização da população sobre o descarte de rejeitos (gostaria, neste ponto, de parabenizar a prefeitura e a COMPAP pela inciativa). Melhorias urgêntes são necessárias para o acesso às praias e turismo em geral. Por fim, agradeço a oportunidade de poder expor minha opinião sobre este projeto e saliento a importância do crescimento uniforme e sustentável para a cidade de Florianópolis.
66Ricardo Schiefler Boa tarde, interessantíssimo o projeto Parque Urbano e Marina. Concordo com os objetivos expostos, justamente pelo fato de não haver, em Florianópolis (nem em outras cidades catarinenses), local com tamanha integração entre lazer/entretenimento e transporte marítimo/outros modais. Ou seja, a efetiva implantação desse projeto unirá o útil ao agradável, fomentará a economia local e regional, aumentará as oportunidades de lazer dos cidadãos e, consequentemente, agregará maior qualidade de vida às pessoas. Atualmente as pessoas buscam por áreas ao ar livre, as quais possam proporcionar um mínimo de bem estar às pessoas e suas famílias. Infelizmente, ao analisar a realidade da nossa cidade, temos poucas opções para esse fim: o Parque da Luz, as praças e as praias (porém, não possuem a mesma finalidade que o Parque Urbano e Marina - mais um motivo para a implantação do projeto). Cabe ressaltar que este projeto seria O MÍNIMO que o cidadão florianopolitano deveria receber. Embora haja tantos problemas locais (sociais, educacionais e de moradia, por exemplo), o projeto fomentaria a capacidade das famílias em terem uma vida com melhor qualidade, que proporcionaria às crianças um ambiente agradável e de bem estar. A exemplo de países desenvolvidos, tenho a impressão de que este projeto seria o \"básico do básico\" que tais países proporcionariam a sua população. Nos países em que a administração pública realmente se preocupa com o cidadão, existem diversas opções de entretenimento e lazer integrados com o comércio, gastronomia e ampla rede de transportes. Nesses países, ambientes similares aos que este projeto propõe implantar existem e são usados frequente e diariamente pelas pessoas. Como resultado, tem-se que a qualidade de vida das pessoas (em termos de lazer e entretenimento, que de certa forma influencia em suas vidas profissionais) é proporcional ao que a administração pública disponibiliza à sua população. Portanto, Florianópolis merece essa oportunidade de crescer, de aumentar o turismo, de gerar mais empregos. Com certeza todos ganharão, não importa a classe social, todos terão a oportunidade de vivenciar um ambiente agradável e disponível ao lazer. Sendo assim, o Parque Urbano e Marina de Florianópolis, caso \"saia do papel\", será um grande passo ao desenvolvimento da nossa cidade e, claramente, orientará os próximos administradores públicos a realizar outros projetos que efetivamente agreguem valor a nossa cidade e região.
67Bruna Para a ilha de Florianópolis, como qualquer outra ilha do mundo, a importância de incluir o mar na mobilidade urbana é uma eficiente alternativa. Porque não uma Marina na Beira-mar Norte? O Projeto é uma ótima iniciativa que traz ainda, uma atenção especial a quem estiver em terra, pois inclui também ciclovias e um parque à toda a população. Além de inédito, esse empreendimento é uma excelente maneira de melhorar a qualidade de vida da cidade, e o mais importante, sem gastos públicos, já que todo a construção será feita por empresas privadas interessadas nisto.
74Wagner Francisco Silveira de AguiarAcredito ser de extrema importância para nossa cidade, desde que legal e respeitadas as regras e leis.
75abelardo Moraes JúniorSou a favor de construção de marinas, desde que não se privatize o espaço público, se este for o caso sou a favor. A cidade precisa se voltar de frente para o Mar.
77Thaís C. Strassmann NahasO projeto é muito interessante e necessário para a cidade. As pessoas precisam de espaços públicos planejados pois é nesses locais que elas se encontram, se divertem, praticam exercícios ao ar livre, conseguem ter uma vida social. Parques públicos são multiculturais, são democráticos. A minha sugestão é em relação à implantação de tecnologias de informação e comunicação que possam melhorar a eficiência dos serviços e a qualidade de vida dos cidadãos. Cidades no mundo inteiro estão usando a tecnologia para serem mais inteligentes. A inteligência aplicada às cidades com a ajuda da tecnologia possibilita o entendimento dos acontecimentos em tempo real, ajuda a antever cenários e prevenir riscos. A cidade de Florianópolis, além de ser conhecida como um grande destino turístico, é referência no país no setor de tecnologia. Tem o 3o maior polo tecnológico do país. É interessante já prever no projeto a adoção de diferentes tecnologias as quais já são desenvolvidas na cidade por empresas locais de renome nacional. Caso não exista ainda a tecnologia local, é interessante estimular a comunidade a desenvolver essas soluções por meio da co-criação, pois a cidade possui grandes centros de pesquisa e desenvolvimento. Lembrando que essas tecnologias podem gerar grande eficiência econômica. Neste projeto é possível implantar as seguintes tecnologias: Sensores diversos - nível de lixeiras, disponibilidade de vagas de estacionamento, controle e monitoramento de consumo de energia, medidor de ruído, medidor de poluição, temperatura e radiação solar, de presença para ativar a iluminação, de umidade para irrigação dos jardins, de vazamento de água, de nível de chuva; Semáforos inteligentes - funcionamento de acordo com a quantidade de carros e pedestres; Postes de iluminação com energia sustentável (solar, eólica); Câmeras de videomonitoramento para a segurança e com analítico que possam gerar diferentes dados ; WiFi público; Plataforma colaborativa - sugestão de melhorias, agenda de eventos, acompanhamento e monitoramento dos dados gerados pelos sensores etc. Desta forma, a cidade se tornará referência nacional por ter um belo e moderno projeto. Fico à disposição para conversar sobre essa sugestão.
78idalicio francisco silveirasão projetos dessa magnitude que a cidade está carente. É pra ontem. Quanto aos detalhes do projeto, é com a equipe tecnica.
82Jose Luciano Lucchese GavioliConsidero importantíssimo e adequado um projeto desta envergadura para uma cidade turística como Florianópolis para que possamos trazer as facilidades de acesso ao mar a mais munícipes , trazendo também maior integração e opções de lazer à toda população. Tanto a marina quanto os parques são importantíssimos para que Florianópolis posa agregar mais opções de laser e turismo e todos os visitantes. Importantíssimo também receber Cruzeiros de Turismo que podem proporcionar o aumento da arrecadação municipal através dos serviços a serem disponibilizados aos turistas, bem como a expansão do turismo em nossa Capital. obrigado pela oportunidade de manifestação.
85Nilton de Oliveira SouzaNo meu entender está faltando um estudo sobre o impacto de vizinhança, o que este empreendimento irá impactar no transito, a situação já está ficando caótica. Pensem bem, estão construindo problemas para um futuro bem breve. Qualquer evento realizado naquele local inviabilizará o transito.
87Bruno Ferreira TolentinoMais um investimento numa areá que já muito valorizada, porque não efetuar esta obra na beira-mar sul por exemplo, uma areá com bastante potencial de crescimento e que demanda da atenção dos órgãos públicos, sendo ainda que a beira-mar norte ja tem uma demanda saturada em suas vias, que só aumenta o seu fluxo de veículos, imagina como ficará com essa obra no local. Sou completamente contra esta obra no local que estão planejando, isto é mais uma obra pra encher os olhos do milionários da beira.
88Cláudia Lorenzi RampinelliEntendo que edificar marina na ilha, trás ao mar o movimento dos barcos, alegria de sentir o vento soprando nas idas e vindas, o balançando das velas, e muitas histórias glamorosa de nossa ilha, e a nossa cultura esta intrínseca a navegação, pois foi assim que os primeiros habitantes chegaram neste \"um pedacinho de terra, perdido no mar\", retratado no Rancho de Amor À Ilha (Cláudio Alvim Barbosa).
89WALTER DE FARIA MAIA JUNIORPrezados! Sempre acreditei na vocação turistica de Florianopolis. Como morador a 21 anos na cidade, nunca entendi as políticas publicas e ambientais com relação ao uso da orla da ilha. Ora, é uma ilha. O que mais deveríamos apoiar a aprovar seria a utilização da orla para atracação de embarcações e afins. No mundo temos centenas de cidades e utilizam muito bem a sua orla para o turismo e para as pessoas residentes. Imaginem que numa ilha como a nossa a coleta de lixo seletiva não e realizada em toda a ilha. Os habitantes misturam latas de cerveja com restos de arroz e casca de banana. Ai a FATMA quer proteger a orla e não de deixa construir um trapiche sequer... falta completa de nexo e de comunicação, de coordenação e de preparo de quem está a frente das iniciativas da nossa Cidade. Concessão de direito de uso. Arrecadação de taxa especial. Poderiamos conceder o uso e gerar caixa para fiscalizar. Neste mesmo projeto poderiam ser criadas multas para vários tipos de uso indevido da orla, do mangue, da praia, dos rochedos e morros. Por que não? O parque urbano e marina da beira mar, que o IPUF coordenou até aqui, é sem duvida a melhor e maior iniciativa do Brasil para ocupação da orla maritima de forma ordenada e coordenada. O projeto é bom, mas acredito que se deve priorizar a area de comercio o que aumenta a viabilidade. Mas, não podemos pensar o parque marina da mesma forma que foi feito no mercado publico. Temos que focar no atendimento de um publico local, nacional e internacional que vai utilizar a marina e seus equipamentos e para isso se pressupõe um podere aquisitivo maior. Por isso o mix do comercio e serviços a ser instalado merece uma avaliação e uma coordenação de pessoas experientes no assunto. Acredito que a Prefeitura deverá ter vagas próprias que seriam locadas para iatistas e lancheiros passantes em Florianópolis. Imaginem sair do mediterrâneo e chegar a Florianópolis e ter uma vaga \"rotativa\" disponivel. Fiscalização do ganhador. Acredito que seria importante a contra partida do edital prever alguns sistemas de prevenção ambiental, fiscalização local e da orla da Baia Norte, entre outras ações a serem implementadas com os recursos do Edital. O modelo de negócio a ser \"leiloado\" deveria ser uma combinação entre menor custo de locação e a maximização do projeto no sentido de equipamentos gratuitos oferecidos, numero de vagas para barcos, numero de vagas para estacionamentos, vagas e passagem subterrânea para ônibus especiais para coletar turistas de Navios de Cruzeiro que poderão estar atracados no canal da baia norte, entre outras possibilidades. Vale a experiência de visitar outras cidades pelo mundo para coletar experiências.... A maximização do projeto, mantendo as características ja aprovadas, poderá integrar diversos publicos locais e os amantes do esporte nautico, das embarcações de laser, esportistas, publico local de Santa Catarina e de todo o Brasil. Poderá ser palco de grandes eventos artisticos e culturais. Este parque vai mudar a história de Florianópolis! Boa sorte a toda equipe do IPUF, FATMA, IBAMA, Prefeitura e secretarias para conduzir este importante equipamento para Florianopolis. Parabens a todos Atenciosamente Walter Maia Jr
91DANILO NOVAISeu acho que antes mesmo de se pensar em uma marina de porte devia já se ter um local pra se capacitar as pessoas que vao trabalhar nele buscar informação com a população do entorno e gera renda pra que as pessoas na precisem sair do local pra trabalhar e deveria esta alinhada com estudo de impacto ambiental e vizinhaça transito e esgota todo um processo que seria possível com projeto anexado ao plano diretor . minha sugestão capacitem as comunidades carentes do maciço do morro da cruz .nos curso de mecânica náutica marinha hotelaria idiomas essas áreas vltados pra uma marina
92IZAURA FATIMA DE CAMPOS Contra o projeto , pois somente vai piorar, o transito, a poluicao na Beira Mar. Não atende a populacão nem aos moradores da região. A Beira Mar já recebe esgoto sem tratamento vindo de edifícios da localizados na Beira Mar Norte estando suas águas bastante poluidas. Esse projeto serve na minha opinião, apenas interesses financeiros.
93Marcio Duarte DadamA favor da marina
94IURY WOLLINGER DE SOUZA Masculino IURY SOUZASe for um projeto sustentável, onde não interfira no meio ambiente, é um projeto que apoio muito ser feito aqui em florianopolis.
95CEZAR ANTONIO SASSIFlorianópolis já perdeu muito tempo. É hora de modernizar a cidade. Conheço muitos países da Europa, América do Sul e América do Norte. Todos que tem a mesma relação cidade-mar possuem maravilhosas marinas. O projeto, se colocado em execução, certamente trará maior fluxo turístico e incrementará a economia do município, gerando muitos empregos e renda para muitos setores. Coragem e boa sorte PREFEITO !
97THOMAS JEFFERSON PINTOO local é de preservação Marinha, a faixa é costeira e a lei não permite a construção do aparato.(Não é necessário citar os dispositivos). O local vai necessitar de fiscalização, vai trazer problemas, custoso, vai haver pessoas estranhas importunando o local, já existe porto em Itajaí, a estrutura demandada não tem contato com a beleza da faixa costeira que vai ser destruída. Seria necessário antes recolher as algas tóxicas que surgiram depois do cultivo de mariscos (o processo mostrou ser um fracasso a natureza não suporta isso). O estudo feito já mostra como a obra é pesada, a modificação geológica pode trazer problemas amanhã se houver necessidade para outra coisa.
98Osmar volpatoOlá primeiramente parabenizar as autoridades por estarem comprometidas em viabilizar a proposta da marina que é um sonho dos moradores. Eu acrescentaria na proposta uma área específica para grandes show eventos públicos de interesse da cidade. Um aterro de 20.000 metros quadrados seria ideal para atender esta demanda Abraço sucesso Osmar volpato
100CLAUDIO ALEXANDRE DE MOURAAcredito ser inoportuno e inconveniente no momento, visto que situações básicas de Florianópolis estão pendentes. Acho, também, que a Av. Beira-Mar está bem servida de atrativos, devendo-se dar atenção a outros bairros, principalmente os carentes. Lembro que, aonde o Poder Público não entra, os traficantes tomam conta, formando o estado paralelo! Agora, se o setor privado \"bancar\", tudo bem!!! É isso! Cidadão Claudio
101gladson covreNa minha opinião, esta marina já deveria ter a muito tempo. Uma ilha como a nossa não ter uma marina para podermos sairmos com nossas embarcação. É estranho. Mas acredito que dessa vez sai. Só espero que nesta marina venha realmente ter uma rampa publica que podemos colocar nossas lanchas na aguá sem ter que pagar pelo uso da rampa. Desta forma é valida a marina, se for só para explorar o local e enriquecer e beneficiar mais ainda as pessoas que já tem poder. Ai a minha opinião seria contra a criação da marina. Mas se tiver a rampa livre para quem tem uma lancha menor, que é só para descer e subir. ai sim eu apoio.
102Vinícius Não vejo como algo tão lucrativo para os moradores de florianópolis de uma maneira geral, pois vai ter baixa criação de empregos após estar pronto e só vai ser acessivel para quem tem alto poder aquisitivo. Ficando algo restrito e pouco utilizado pela maioria da população.
103Jorel Kulik CamargoAcredito que este projeto só beneficiará a classe mais privilegiada economicamente da sociedade. Bairros como o Rio Vermelho, por exemplo estão em alta expansão e não são considerados sequer um calçamento digno!
104Getulio de Sousa FragaAcho perfeito a iniciativa. Nossa cidade precisa crescer e trazer oportunidades para todos.
105Mauricio Martins - TarugaSão de Projetos assim que a nossa Floripa precisa, quando se viaja principalmente para Miami onde em qualquer canal constroem marinas, já vivemos sonhos assim, o primeiro foi do Canal da Barra que seria a salvação para a Barra da Lagoa dando empregos e renda, Biguaçu, Ponta de Coqueiros ataliba, Marina hotel Ponta do Coral Hantei e outros, espero que os contras já não façam mais parte desta vida.
106ivonei cardososou a favor de investimentos como esse da qual a cidade de precisa, mas sou contra a construção de qualquer empreendimento desse porte numa região que tem um grande fluxo muito grande de automóveis e engarrafamentos, sem contar com a degradação do meio ambiente. Então, sou a favor do investimento, porém em outro lugar da cidade, como por exemplo no aterro da baia sul.
107marcel blasiGostaria de saber pq esta marina/parque não é feita na Baia Sul, uma area abandonada que poderia receber este projeto com hotéis ao lado uma vez que lá já esta instalado o Centro de Convenção?
108Michael BernardiniAcho extremamente importante a criação de espaços públicos que permitam a integração da população com o mar. A marina em questão será um local democrático, de fácil acesso a todos e que, futuramente, poderá ser decisiva na implantação de um transporte marítimo. Um espaço de encontro, lazer e apreciação da natureza. Agradeço aos responsáveis pela dedicação a um projeto que certamente será muito importante a Florianópolis.
109ANA MERCEDES RUTZBom dia. Florianópolis merece um projeto desta envergadura. Florianópolis merece um espaço pensado para atender aos munícipes e aos turistas, portanto é neste sentido a minha contribuição. Quando penso em lojinhas num espaço privilegiado como este, me preocupa bastante por não querer que o espaço perca o sentido, com tantas possibilidades de descaracterizar todo esse lindo projeto. Minha sugestão é que estas lojas sejam todas voltadas a produção artesanal da nossa cidade, que tem uma gama imensa de produtos produzidos por nossos artesãos, artistas plásticos que tem na arte o seu ganha pão. Penso que tanto seus moradores, quanto os turistas que nos visitam, se quiserem comprar determinados produtos, vão aos shoppings, penso que a proposta\" é incrementar o espaço com a cara da cidade\", e temos artistas que são capazes de bem representar. Outrossim, esses mesmos artistas, muitas vezes não conseguem expor seus trabalhos, não podem participar das feiras de rua, pela dificuldade de levar o material, e pela diversidade meteorológica a que somos submetidos. Artistas como India Brasil, Valdo Correa, Adriana Demétrio, Soli, Jussara Silva, Vera Sabino, Rodrigo de Haro e tantos outros merecem estar recepcionando a todos. É a hora de valorizar o que temos de melhor na cidade nestes segmentos. Podemos ter dois espaços para o Artesanato e Artes Plásticas com selo de qualidade, e um espaço para produtos artesanais selecionados e mais acessíveis, mas que atendem ao gosto do público. Estes espaços devem ficar sob a Responsabilidade TOTAL da Prefeitura, que fará a seleção. Se for licitado, ou vendido espaço vai acontecer o mesmo que aconteceu no Mercado Público, 99% Made in China, descaracterizando totalmente o espaço, desvalorizando os nossos artistas e oportunizando o contrabando, e a revenda de produtos. É a oportunidade de dar \" uma referência cultural de qualidade\" a um espaço nobre . Rendeiras, artesãos, ceramistas e artistas plásticos, trabalhando ao vivo, fortalecendo o produto turístico, valorizando a cultura, e gerando oportunidades. Florianópolis anda pra trás neste setor, embora seja a maior gerador de renda da informalidade, não temos uma referência e precisamos sair do anonimato e mostrar ao mundo a nossa arte. Por favor não vamos perder esta oportunidade.Podemos fazer do locl uma atração com repercussão internacional. Pensem nisso com carinho. Coloco-me a disposição para esclarecer melhor o que não consegui com palavras. contato 9 9973 3608 Ana Mercedes
110Flavio Alberto Menna Barreto TrevisanA porpostta é interessante, porem a analise do projeto não teve participação da Sociedade Civil, IAB nem mesmo o CAU. No programa de necessidades deveria constar uma escola técnica de marinharia e cultura náutica (tipo um Museu do Mar, com Espaço para eventos, exposição, etc), sede da Federação de Vela, uma Sede para a Marinha do Brasil, enfim, elaborar o programa de necessidades com critérios mais abrangentes e inteligentes. Necessário também sanear toda a região, hoje em dia o odor nesse local é insuportável. Atenciosamente Flavio Trevisan Arquiteto e Urbanista.
111Glenio Madruga IIHá muito tempo a cidade merece um espaço como esse. Vamos torná-lo realidade!
112Carlos Roberto da SilveiraÉ uma excelente e impactante obra em beneficio dos Florianopolitanos bem capitalizados e dos que aqui vão residir, uma vez que é um belo atrativo. Porém deve-se atentar ao gargalo do trânsito, a grande Florianópolis não tem infraestrutura. Ao invés da Prefeitura focar na obtenção de mais vias de acesso a ilha e favorecer a mobilidade urbana para assim expandir em atrativos segmentados ou não, dentro da belíssima ilha de Florianópolis. No momento minha posição é contrária a esta construção, temos maiores prioridades como já bem disse!
113Vinicius Botelho SouzaLevar em conta considerações mobilísticas no ponto onde ocorrerá a instalação, para reduzir o engarrafamento em horários de pico.
114Eloir João Farias NetoOlá, Na minha opinião o espaço deveria contemplar também um pequeno shopping a céu aberto, com mais opções de lojas, de 03 a 04 restaurantes, cafés com vista para a marina, lanchonetes e também estrutura para foodtrucks, carrinhos de comida e feira-livre. Também seria ideal que houvesse um espaço muito maior para estacionamento, algo que poderia ser alcançado com uma edificação de estacionamentos de 02 a 03 andares. A receita proveniente da locação dos imóveis comerciais, bem como as taxas condominiais, com certeza poderiam bancar as tão necessárias manutenções e melhorias que espaços públicos deste porte tanto precisam. Seria a melhor maneira de oferecer um espaço de turismo completo e arrojado aos visitantes da cidade, sem onerar os contribuinte com os altos custos inerentes a manutenção de espaços públicos como esse.
115Luiz Carlos Motta FranciscoPorque não fazem um porto? Vai estragar a vista dos ricos da beira mar? Sou contra essa obra, pois além dos impactos ambientais, ainda têm o problema de ter outras coisas a serem feitas, pois o transporte público não funciona, além de ser sucateado, as escolas defasadas, deveriam fazer algo para que o povo utilizasse o transporte público, pois não haveria trânsito, porém, o terminal de integração já está defasado, acima dos limites. Teria de fazer uma super ampliação. Sou contra essa obra da marina, pois vejo que tem outras prioridades urgentes para a cidade
116Jaqueline Gurzynski da SilvaUm dos objetivos é resgatar a relação da cidade com o mar, como? Aterrando ainda mais? Assim como fizeram com todo o entorno de ilha e continente. FLORIANÓPOLIS DIZ NÃO AO PARQUE URBANO E MARINA NA BEIRA MAR NORTE!!!!
117Marcos MachadoManifestando meu apoio ao projeto. Li e estou muito satisfeito com a evolução da nossa cidade nesta área também. Acompanharei os próximos passos de perto. Obrigado.
118LiviaBom dia! Entendo que devemos preservar e melhorar as belezas naturais. Florianopolis está perdendo a beleza natural e é isso q atrai os turistas e faz girar a economia. Foco no saneamento básico e saúde - sem isso outros aspectos se tornam menos importante.
119LiviaBom dia! Entendo que devemos preservar e melhorar as belezas naturais. Florianopolis está perdendo a beleza natural e é isso q atrai os turistas e faz girar a economia. Foco no saneamento básico e saúde - sem isso outros aspectos se tornam menos importante.
120Volmir RamosAcho ótima a ideia, precisamos aproveitar melhor nosso potencial turístico... Este projeto tem com toda certeza o apoio de toda população que quer um futuro promissor para Florianópolis no cenário mundial, como já devíamos estar mais presentes.
121Rosângela KittelFantástico o projeto, considero de alto impacto econômico e de relevância social e política. Como professora da Educação Básica no município, acompanho a dificuldade dos nossos estudantes, que na sua maioria, ingressa no mercado de trabalho muito cedo e ficam restritos as vagas da construção civil. Imagino que este tipo de empreendimento além de desenvolver a economia local irá gerar novas frentes de trabalho com forte conexão à nossa cultura de moradores de um pedacinho de terra cercado de mar...
122WilliamSou a favor da construção da Marina, vai ajudar a atrair investidores, valorizar os imóveis, fomentar a economia e aumento de turismo. Tem que fiscalizar quem vai operar a Marina e criar regras rígidas tanto para operação como um plano de reestruturado a vida marinha e ou plano para limpeza da baia norte.z
123Ricardo PorfírioMinha opinião é simples, querem destruir o racho na praia do Campeche onde tem apenas uma simples canoa de uma humilde pessoa, alegando estar em área de preservação, mais querem fazer esse empreendimento dentro do mar ( não é área de marinha ?) para os ricos colocarem seus iates, isso pode. Como sempre o dinheiro é que dita as leis.
124edsel neumannNão podemos perder a chance de sermos uma cidade de primeiro mundo. Torço que tudo dê certo!
125abimael aguera alvarezvejo como um bom investimento para a cidade que hoje tem perdido espaço como referencia náutica de lazer para Balneário Camboriú.
126Diego Sesary WeberNa minha opinião, a beiramar-norte se trata do melhor local da região central da cidade com calado abrigado do vento sul. Acredito que a obra não trará impactos ambientais significativos em relação aos já existentes. A minha expectativa é que seja dada prioridade ao planejamento de soluções para o saneamento básico da região, e não simplesmente uma construção para atrair recursos financeiros. Sugiro, inclusive, a instalação de diversas quadras públicas (vôlei, futvôlei, futebol) com areia limpa a fim de que esse espaço favoreça a convivência noturna. Devem-se estabelecer regras que limitem a poluição sonora após determinado horário. Especial atenção deve ser destinada de modo que não se obstrua nem se prejudique o trânsito de pedestres, ou que pelo menos minimizem os cruzamentos entre veículos e pessoas no entorno atual dos bolsões. Há imenso potencial turístico em Florianópolis, onde a criação de parques ambientais e outras áreas acessíveis de forma não motorizada farão o centro se integrar com os bairros vizinhos. Assim, a região central como um todo se destacará como um dos principais lugares de convívio familiar e entre amigos, o que trará um conceito de identidade para essa região privilegiada da cidade. Saliento que futuramente as águas da região estarão despoluídas, portanto não se pode tirar de mente o propósito principal de que tais águas calmas voltarão um dia a ter o propósito de balneabilidade, sobretudo na região que vai da Praça do Sesquicentenário em direção a leste, onde uma pequena praia está surgindo. A natureza foi generosa na cidade inteira, por isso se torna necessário valorizar cada trecho e suas correspondentes peculiaridades. Apoio para que a comunidade continue tendo liberdade para se manifestar ao longo de todo o processo de implantação da marina, visto que esse canal permitirá que irregularidades sejam corrigidas tão logo forem identificadas. Sou favorável à passagem de embarcações pelas baías de Florianópolis para que estimule cada vez mais o aproveitamento deste importante modal de transporte, ainda mais considerando uma ilha costeira protegida de condições climáticas extremas. Desterro foi prejudicada historicamente em função das restrições impostas pela Espanha ao devolver a Ilha de Santa Catarina para o domínio português, em que ficou proibida a presença de embarcações de guerra e de comércio com o exterior através das baías, bem como a atuação como base naval. Em virtude da subutilização oriunda dessa limitação, considero que a demanda por marina nessa área esteja reprimida. Então, construir tal estrutura náutica nada mais é como a correção de um erro do passado em prol dos visitantes e, principalmente, dos moradores da capital.
127Tatiana Carla HoweNão concordo com o projeto, tem outras prioridades na minha opinião. Mobilidade, segurança, saúde, educação.
128Camila MazieroVoto a favor do projeto
129Nelson NappiUrge que se implante este projeto em Floripa, já estamos atrasados há muitos anos em relação a outras cidades turística do Brasil e especialmente do mundo.Não podemos perder mais tempo com discussões estéricas. Vamos implanta-lo de uma vez.. É uma vergonha que uma ilha como Floripa não tenha ainda uma marina condizente com seu potencial turístico.
130Manuel Augusto TravisaniAcredito que trará muita valorização a cidade de Florianópolis, inclusive desenvolvimento urbano e social, com a implantação de áreas de lazer.
131Vicenzo BertiDesde que todos os órgãos ligados ao meio ambiente sejam consultados de forma correta, sou totalmente a favor, visto que finalmente Florianópolis retomará seus olhos para o mar ao contrário do que ocorreu no aterro da Baía Sul. Além disso, muitos empregos e capital será gerado com marina, restaurantes, serviços e demais atrativos.
132FERNANDO MARTINS BARRETOBelíssimo projeto. Florianópolis só tem a ganhar. Tem tudo a ver com a vocação do município e com os desejos dos cidadãos. Parabéns a todos os envolvidos!
133Jefferson Luis kravchychyn Considero projeto relevante, importante, que trará uma nova face de 1 mundo a Beira Mar. Estará equiparada a grandes centros turísticos.
134Lucas PassoldProjeto de tal magnitude não pode ser implantado sem consulta da população em larga escala e com tempo antecipado ao projeto. Este é mais uma vez o processo inverso ao que a cidade necessita. Primeiramente se analisa as demandas do setor privado e minoritário da cidade, depois são chamadas empresas apontadas a dedo para realizar o projeto sem consulta da população, o projeto vencedor é escolhido por uma outra minoria e aí se faz uma consulta pública depois de tudo quase pronto para construir? Se é tão difícil entender o quanto é errado esse processo, fazemos então o processo inverso. Primeiro é feito estudo do local por especialistas no tema. Aponta-se demandas de toda a população da cidade, escolhe-se áreas prioritárias e com mais necessidade de revitalização com base nos dados levantados. Depois, é feita uma consulta publica sobre a sugestão de uma possível intervenção no local, com toda a cidade e com os moradores locais. Aceitas as sugestões, é lançado um CONCURSO DE ARQUITETURA, onde o melhor projeto é escolhido para ser realizado, com base em votação de um juri e por que não votação popular também? E depois sim, estando todos cientes das causas e consequências, feita a analise do projeto, é feita a licitação para a construção da intervenção. Eu espero que esse consulta que está sendo realizada tardiamente, sirva para reverter essa situação. É certo que precisamos de mais espaços públicos de lazer e encontro, mas tenho certeza que uma marina não é prioridade para nossa cidade, considerando que provavelmente 1% da população possui barco. Projetamos quem sabe para os outros 99%? Acho que tem mais chances de dar certo... Minha sugestão é a suspensão do projeto e feita nova consulta sobre o que intervir e como intervir. Vai demorar mais? Vai. Mas pelo menos a herança do que for ser construído, que irá durar para sempre, será um agrado para a maioria, feita de maneira justa e acessível.
135Carlos Roberto cardenutoExcelente vamos sair do sub desenvolvimento.
136Giorgio Sou totalmente favorável. Florianópolis precisa de uma área assim. Como uma ilha pode não ter uma marina? Além disso, aquela área está abandonada e perigosa.
137Gustavo Andretti GambaPrezados, Temos sim que aprovar um projeto como este. Precisamos melhorar nossa infraestrutura tanto para os habitantes da cidade, como também aos turistas. A marina que deverá ser implementada, tem sim que ter não somente a marina, mais também pensar em um meio de transporte alternativo, como é o caso das embarcações de transporte. As vias urbanas não possuem mais alternativas de crescimento. Precisamos pensar no futuro, ter alternativas. O mesmo deveria ser pensado em outros balneários, como no estreito, canasvieiras, caeira, jurere, santo antonio. Não somente na beira-mar.
138Nilson ConteNão consigo imaginar no futuro de Florianópolis (Ilha, Capital, Mar, turismo), sem uma Marina deste Porte, mas também não consigo imaginar Florianópolis sem um meio de Transporte sem VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), sei que não é isso que está em discussão mas lembramos que a complexidade da obra haverá a necessidade indispensável de investimentos nos setores de locomoção.
139Ademir FrançaGostaria de dar minha opinião brevemente em função dos documentos apresentados. Acredito que para este importante local da Grande Florianópolis a ideia central de um projeto urbano deve ser a busca de urbanidade e de reaproximar a cidade e a população com o mar, perdida historicamente com a construção da cidade. Lembrando que neste sentido o melhor projeto urbano para Florianópolis que contempla esta busca, podendo gerar vários impactos positivos internacionalmente e regionalmente, sobretudo no aspecto econômico relacionada a construção civil, e que deveria ser a prioridade para a cidade neste momento é o projeto vencedor liderado pelo arquiteto André Schmitt do Concurso Público Nacional de Ideias para o Aterro da Baía Sul de 1996 realizado pelo IPUF e pelo IAB/SC. Percebe-se que o projeto da construção da Marina na Beira Mar Norte, ainda que tenha um parque linear, equipamentos de lazer e acessos públicos, não cria uma aproximação efetiva e um potencial de apropriação pela população do mar. Prioriza-se um local para abrigar o transporte marítimo individual, que deve ser incentivado em função do potencial marítimo de Florianópolis, mas ao mesmo tempo cria-se uma barreira física na linda paisagem existente e um espaço seletivo para determinado grupo populacional em um local público e privilegiado dos cidadãos de Florianópolis. Sugere-se em função do valor paisagístico, ambiental, cultural e histórico deste local de forma que minimize a especulação imobiliária e a seletividade social deste espaço, a construção de uma PRAIA com equipamentos de lazer, nos moldes de que foi feito em Barcelona na Espanha. (sempre criticada positivamente e negativamente). Com a PRAIA prioriza-se a questão ambiental da despoluição da baia, a diversidade econômica e divide-se melhor o bônus da construção desta parceria público e privado com a população. A PRAIA vai trazer gente, gente o tempo todo e gente diferente. Ou seja, URBANIDADE. Sou a favor da PRAIA PARA TODOS e a construção da Marina em outro local, de preferência junto com o projeto vencedor de 1996 no Parque Metropolitano Dias Velho - Aterro da Baía Sul.
141Ademir Francisco AndradePenso que primeiro o municipio tem que estruturar a mobilidade urbana, pois até quando um onibus para para embarque e desenbarque provoca filas kilométricas!!!! Também a segurança publica, distribuindo os guardas municipais nos distrititos e não atras das arvores multando veiculos !!!! Esse é meu questionamento !!!!
142Ademir Francisco AndradePenso que primeiro o municipio tem que estruturar a mobilidade urbana, pois até quando um onibus para para embarque e desenbarque provoca filas kilométricas!!!! Também a segurança publica, distribuindo os guardas municipais nos distrititos e não atras das arvores multando veiculos !!!! Esse é meu questionamento !!!!

Termo de Referência da Concessão

ID Nome Sugestão
96Widomar Pereira Carpes JúniorPrezado Sr.(a) Faço algumas sugestões que considero importantes para o bom funcionamento do Parque Urbano e Marina no Município de Florianópolis, que creio deveriam ser contempladas no edital: 1. Rampa de acesso para colocar/retirar embarcações do mar: para que qualquer cidadão que possua embarcação possa colocar ou retirar, com auxílio do próprio automóvel, sua embarcação de lazer ou pesca com o uso de carreta de encalhe; 2. Ponto de reabastecimento e/ou venda de combustíveis para embarcações; 3. Ponto/escritório de aluguel de embarcações para aqueles que desejem pescar esportivamente, passear ou aproveitar um dia; 4. Ponto/escritório de aluguel de bicicletas, patins, patinetes e outros equipamentos de lazer. De resto, sucesso no processo. Respeitosamente, Widomar P. Carpes Jr.