18/02/2021 - SECULT - Cultura
Prefeitura dá aulas de estimulação aquática para crianças com Autismo
Projeto proporciona desenvolvimento social, psicomotor e mais qualidade de vida

foto/divulgação: Arquivo / PMF

Aula de estimulação aquática para crianças com Autismo

Em parceria com o Projeto Estimular, a Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer traz um projeto pioneiro em Santa Catarina. Crianças com Transtorno do Espectro Autista – TEA – terão aulas gratuitas de estimulação aquática com professores especializados na Piscina Pública da Passarela Nego Quirido.


As aulas ocorrem duas vezes por semana, toda terça e quinta-feira, das 13h às 15h, com quatro turmas de 5 alunos e professores especializados. Familiares ou responsáveis das crianças também participam. A atividade auxilia no desenvolvimento de crianças com este tipo de transtorno e provoca o desenvolvimento social, psicomotor, a autonomia e a qualidade de vida. 


A atividade tem como benefício o desenvolvimento de crianças com esse tipo de transtorno e o objetivo é mostrar como a atividade provoca o desenvolvimento social, psicomotor, a autonomia e a qualidade de vida. Para os autistas, a terapia aquática fornece estimulação sensorial permite que a criança diminua o estresse, organize o comportamento, alcance o estado de relaxamento e melhore a relação com o ambiente. A intervenção terapêutica na água incentiva o desenvolvimento da coordenação motora, melhora o tônus muscular, o equilíbrio, favorece o desenvolvimento de habilidades motoras, assim aumentando a coordenação e a harmonia de movimentos. 


Piscina Pública da Passarela Nego Quirido 

Depois de 10 anos abandonada, em 2019 a Piscina Pública foi reformada e inaugurada com a proposta de servir como área de lazer para crianças e jovens de comunidades. A piscina foi entregue por antigas gestões no ano de 2009 e, desde então, não foi utilizada. O espaço ficou a céu aberto, sem funcionamento e se deteriorando com o passar dos anos. 


A nova estrutura conta ainda com cobertura metálica, isolamento térmico e acústico, revestimento com Blindex nas laterais e quatro bombas de climatização para o aquecimento da água que permite a utilização da piscina em diversos períodos do ano, com muito mais conforto. 


“O avanço social que conseguimos com a revitalização da piscina pública é inimaginável. Sem dúvida essa integração entre crianças e jovens de diversos bairros é o melhor caminho para um futuro digno”, ressalta o secretário Municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Ed Pereira.