• Banner: Comercio de Ambulantes
  • Banner: Oficinas de Drenagem Urbana
  • Banner: Confira a Nova Nota Fiscal Eletrônica
  • Banner: Portal da Transparência
  • Banner: Plano Diretor
  • Banner: 2° VIA IPTU DIGITAL
  • Banner: Creche Inscrições
12/11/2015 - SMS - Saúde
Telessaúde zera fila para dermatologia
Sistema foi implantado em maio e deu resultados três meses antes do previsto

foto/divulgação: Arquivo SMS

Profissionais da rede passaram por treinamento para uso do sistema

Florianópolis conseguiu zerar a fila de espera para consultas com dermatologistas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), três meses antes do previsto, com a implantação da Teledermatologia. O serviço permite que os médicos dos centros de saúde da Capital avaliem de forma mais efetiva a necessidade de encaminhamento dos pacientes para avaliação especializada, agilizando diagnósticos e condutas clínicas sem ter que aguardar o atendimento de um dermatologista.


Quando iniciou o sistema, Florianópolis tinha uma fila de mais de quatro mil pacientes para a dermatologia. Segundo a diretora de Média Complexidade do Município, Dannielle Godoi, a maior parte deles não precisaria estar na espera. “Com essa ação, potencializamos a resolubilidade das unidades de atenção primária do município”, afirmou.


A Teledermatologia é a primeira iniciativa em parceria entre as Secretarias estadual e municipal de Saúde para uso do Telessaúde. Para iniciar o trabalho, o Município recebeu quatro dermatoscópios e as equipes das policlínicas foram treinadas para a captação de imagens de lesões cutâneas de usuários encaminhados pelos médicos das unidades básicas de saúde.


As imagens são enviadas via plataforma do telessaúde e um consultor do Hospital Universitário faz o laudo e a orientação de conduta clínica ou a eventual necessidade de avaliação especializada.


Telessaúde


Paralelamente ao processo da teledermatologia, a Secretaria de Saúde de Florianópolis começou o movimento com toda a rede de atenção primária para o uso do Telessaúde como uma ferramenta de integração da rede. A plataforma deve institucionalizar os canais de comunicação entre os médicos e dentistas dos centros de saúde e os especialistas das policlínicas para discussão de casos clínicos.


O Telessaúde permite concentrar as consultorias de forma segura e com sigilo das informações, o que possibilita ampliar o canal de comunicação entre os níveis de atenção. Foram escolhidas quatro especialidades para o uso piloto do Telessaúde como ferramenta de consultoria: dermatologia, nefrologia, infectologia e cardiologia.


A Telemedicina nasceu em Santa Catarina, em 2005, com o objetivo de facilitar o acesso do cidadão a exames médicos. Assim, criou-se uma infraestrutura tecnológica que suporta o envio de exames e a emissão de laudos à distância por especialistas que não estejam necessariamente no mesmo local ou cidade do paciente. O sistema foi desenvolvido pela Universidade Federal de Santa Catarina e pela Secretaria de Estado da Saúde.




Copyright © 2009-2017 Prefeitura de Florianópolis. Todos os direitos reservados.