Secretaria Municipal de Assistência Social

home > serviços
Listagem de Serviços e Documentos
Para obter informações sobre serviços ou documentos, clique no botão Info. Para os serviços on-line, está disponível o botão de acesso.

ABORDAGEM SOCIAL (Rua)

O Serviço de Abordagem Social oferta de forma contínua e programada trabalho social de abordagem e busca ativa, identificando nos territórios a incidência de crianças, adolescentes e adultos em situação de rua. Dessa forma busca a resolução de necessidades imediatas evitando os riscos que a rua oferece, promovendo encaminhamentos ao Centro POP, Hospitais Gerais, IPQ, demais serviços de saúde oferecidos pelo município, além de promover a articulação com outros atores da rede.O serviço se caracteriza enquanto proposta de atendimento sócio-educativo, com o compromisso restabelecer vínculos familiares, escolares e comunitários de crianças, adolescentes e adultos em situação de rua, identificando ainda situações de violação de direitos.Usuários: Crianças, adolescentes, adultos e famílias que utilizam as ruas como espaço de moradia e/ou sobrevivência.Formas de Acesso: Identificação da equipe do serviço ou através de denúncias recebidas nos telefones 0800 643 1407, 9957-2147 e 3223-0824   Endereço: Funciona vinculado ao Centro POP – Rua General Bittencourt – Nº 239 - Centro – Florianópolis – SC - Cep: 88020-100Telefone: (48) 3333-2113Horário de Funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 08:00 às 18:00 horas.

Abrigo de Crianças e Adolescentes

Descrição conforme Tipificação: Serviço de acolhimento provisório de crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social, cujas famílias ou responsáveis encontrem-se temporariamente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção.   As atividades ofertadas se fundamentam no atendimento integral à Criança e ao Adolescente, numa dinâmica que se aproxime ao máximo do ambiente doméstico, familiar e comunitário, estando assim o serviço responsável pelo bem estar biopsicossocial da criança e do adolescente acolhido até que seja possível o retorno à família de origem ou colocação em família substituta. Atendimento em unidade institucional semelhante a uma residência. Capacidade de atendimento de 20 vagas. Usuários: adolescentes de 07 anos a 18 anos incompletos, do sexo masculinoObjetivos: abrigar adolescentes de 07 anos a 18 anos incompletos, do sexo masculino, oriundas do município de Florianópolis, sob medida de proteção (Art. 98 do Estatuto da Criança e do Adolescente/ECA) e em situação de risco pessoal e social, cujas famílias ou responsáveis encontrem-se temporariamente ou permanentemente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção.Condições e formas de acesso: Os encaminhamentos para acolhimento neste serviço deverão ser efetuados somente pelos Conselhos Tutelares do Município, Juizado da Infância e da Juventude da Comarca de Florianópolis ou Ministério Público.Contatos dos Conselhos Tutelares de Florianópolis:   Conselho Tutelar Região Continental - Rua Marechal Câmara, 127 - Estreito, Florianópolis - SC, 88070-240 Telefones: 3244-5691 / 3244-8010.  E-mail: ctcontinente@pmf.sc.gov.br Conselho Tutelar Região Insular - Rua Júlio Moura, 84, Centro, Florianópolis - SC, 88010-090.  E-mail: conselhotutelar@pmf.sc.gov.br Conselho Tutelar Região Norte - Rodovia SC 401, km 18, Condomínio Brasil, Florianópolis - SC, Telefones: 3225-3564 / 3223-4340.  E-mail: ctnorte@pmf.sc.gov.brPeríodo de Funcionamento: Ininterrupto (24 horas).  

CENTRO DE ATENÇÃO E PREVENÇÃO A VIOLÊNCIA CONTRA A PESSOA IDOSA/CIAPREVI AÇÃO PAEFI/IDOSO

Realiza atendimento psicossocial ao idoso em situação de violência, e sua família, visando à proteção e defesa de seus direitos, o fortalecimento da estrutura e dos vínculos familiares. Desenvolve ações de acolhida aos idosos e família, averiguação de denúncias, estudo e diagnóstico psicossociais, acompanhamento e orientações aos idosos e familiares, visitas domiciliares, mediação de conflitos familiares, notificação ao Ministério Público e outros órgãos de Justiça e articulação com a rede de serviços. Desenvolve ainda, ações preventivas e capacitação de recursos humanos. Usuários: Pessoas com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, que apresentem situação de violência e suas famílias. Condições e Formas de Acesso:   Através do serviço de atendimento telefônico gratuito, Disque Denúncia (0800-6440011) e telefone convencional (48) 3251-6211, bem como através de atendimento presencial realizado pela equipe técnica do Centro.  Unidade: Avenida Mauro Ramos, 224 - Centro. Período de Funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 13:00 às 19:00 horas. 

CENTRO POP: Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua

É um equipamento da Proteção Social Especial de Média Complexidade responsável por servir como espaço de referência para o convívio grupal e social, desenvolvimento de relações de solidariedade, afetividade e respeito. Visa contribuir na preservação da integridade e autonomia da população em situação de rua, promovendo ações para reinserção familiar e comunitária, auxiliando através do trabalho da equipe técnica a construção de novos projetos de vida, sempre respeitando a escolha dos usuários e as especificidades do atendimento.Usuários: Adultos e famílias que utilizam as ruas como espaço de moradia e/ou sobrevivênciaFormas de Acesso: Procura espontânea, encaminhados pela equipe de Abordagem Social ou outros serviços, programas e projetos da rede socioassistencial, das demais políticas públicas setoriais ou órgãos de defesa de direitos da localidade.Endereço: Avenida Gustavo Richard, S/N – Passarela do Samba Nego “Quirido” – Centro – Florianópolis – SCTelefone: (48) 3223-0824 e (48) 3223-2549Horário de Funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 08:00 às 19:00 horas.                 Serviço Especializado Para População em Situação de Rua Serviços vinculados:Abordagem Social (Rua)  Serviço Especializado Para População em Situação de Rua 

CREAS: Centro de Referência Especializado de Assistência Social

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social - CREAS, integra o Sistema Único de Assistência Social - SUAS, constitui-se numa unidade pública, responsável pela oferta de atenções especializadas de apoio, orientação e acompanhamento a indivíduos e famílias com um ou mais de seus membros em situação de ameaça ou violação de direitos.Atualmente, o município de Florianópolis conta com duas unidades CREAS: CREAS/Ilha: Rua Rui Barbosa, nº 677 – Bairro Agronômica CREAS/Continente: Rua Arnaldo Cândido Raulino, nº 183 - Bairro Estreito Serviços vinculados:PAEFI: Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos LA/PSC: Serviço de Proteção Social a Adolescentes em Cumprimento de Medida Socioeducativa de Liberdade Assistida (LA) e de Prestação de Serviço à Comunidade (PSC) SEPREDI: Serviço de Proteção Especial para Pessoas com Deficiência, Idosas e suas Famílias 

CREMV: Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência

Serviço responsável pelo atendimento à mulher em situação de violência, constituindo-se em equipamento essencial do programa de prevenção e enfrentamento à violência contra a mulher. Proporciona acolhimento, atendimento psicossocial e orientação jurídica individual ou em grupo, visando promover a ruptura da situação de violência. As atividades realizadas se propõem a desenvolver a autonomia das usuárias do serviço, contribuir com o rompimento do ciclo de violência doméstica, através da participação em oficinas e grupos de reflexão, para recuperação e/ou elevação da auto-estima e reconhecimento do exercício de seus direitos.Usuários: Mulheres em situação de violência e suas familiares.Formas de Acesso: Procura espontânea e por encaminhamento da rede socioassistencial do município de Florianópolis.Endereço: Rui Barbosa, nº 811 – Fundos – Bairro Agronômica (Ao lado da 6ª Delegacia de Polícia da Capital)Telefone: (48) 3224-7373Horário de Funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 08:00 às 19:00 horas 

Carteira Interestadual do Idoso

É um instrumento de comprovação para o acesso ao benefício estabelecido pelo artigo 40 da Lei nº. 10.741 do Estatuto do Idoso, que garante a gratuidade e/ou desconto de 50% no valor das passagens no transporte interestadual para idosos com 60 anos ou mais idade. A carteira do idoso deve ser gerada apenas para as pessoas idosas que não tenham como comprovar a renda igual ou inferior a 02 (dois) salários mínimos.   Condições e formas de acesso: Entrar em contato com a Secretaria Municipal de Assistência Social, segunda a sexta-feira, das 13:00 às 19:00hs para cadastramento. Arcipreste Paiva, 107, 9º andar - Centro - Florianópolis. Fone: (48) 3213-5586. E-mail: gabinete.semas@pmf.sc.gov.br   - Pessoas com 60 anos ou mais; - Morador de Florianópolis e que não seja aposentado nem pensionista.   No caso do idoso aposentado e/ou pensionista, basta apresentar comprovante de renda e RG na empresa de transporte onde a passagem é vendida. Documentos Necessários: - CPF - 1 Foto 3x4 - Título de Eleitor - Carteira de Identidade - Certidão Negativa do INSS - Comprovante de Residência (água ou luz) Caso o comprovante não esteja no nome do idoso, trazer declaração do titular da conta. 

Casa de Acolhimento de Crianças e Adolescente

Serviço de acolhimento provisório de crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social, cujas famílias ou responsáveis encontrem-se temporariamente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção.   As atividades ofertadas se fundamentam no atendimento integral à Criança e ao Adolescente, numa dinâmica que se aproxime ao máximo do ambiente doméstico, familiar e comunitário, estando assim o serviço responsável pelo bem estar biopsicossocial da criança e do adolescente acolhido até que seja possível o retorno à família de origem ou colocação em família substituta. Atendimento em unidade institucional semelhante a uma residência. Capacidade de atendimento de 10 vagas.Usuários: Crianças e adolescentes de 07 a 18 anos incompletos.Objetivos: A Casa de Acolhimento tem como objetivo acolher em um prazo máximo de 30 dias (prorrogável por igual período), crianças e adolescentes de 07 a 18 anos incompletos oriundos do município de Florianópolis, de ambos os sexos, em situação de risco com necessidade de afastamento de sua família de origem, como forma a garantir o seu bem estar biopsicossocial (Estatuto da Criança e do Adolescente/ECA - Art. 98)Condições e Formas de Acesso: Os encaminhamentos para acolhimento neste serviço deverão ser efetuados somente pelos Conselhos Tutelares do Município, Juizado da Infância e da Juventude da Comarca de Florianópolis ou Ministério Público.Contatos dos Conselhos Tutelares de Florianópolis:   Conselho Tutelar Região Insular - Rua Júlio Moura, 84, Centro, Florianópolis - SC, 88010-090.  E-mail: conselhotutelar@pmf.sc.gov.br Conselho Tutelar Região Norte - Rodovia SC 401, km 18, Condomínio Brasil, Florianópolis - SC, Telefones: 3266-0243 / 99935-9248.  E-mail: ctnorte@pmf.sc.gov.br Período de Funcionamento: Ininterrupto (24 horas).  

Casa de Acolhimento de Crianças e Adolescente I – Jardim Atlântico.

Serviço de acolhimento provisório de crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social, cujas famílias ou responsáveis encontrem-se temporariamente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção.   As atividades ofertadas se fundamentam no atendimento integral à Criança e ao Adolescente, numa dinâmica que se aproxime ao máximo do ambiente doméstico, familiar e comunitário, estando assim o serviço responsável pelo bem estar biopsicossocial da criança e do adolescente acolhido até que seja possível o retorno à família de origem ou colocação em família substituta. Atendimento em unidade institucional semelhante a uma residência. Capacidade de atendimento de 10 vagas.Usuários: Crianças e adolescentes do sexo masculino  07 a 18 anos incompletos.Objetivos: A Casa de Acolhimento tem como objetivo acolher em um prazo máximo de 30 dias (prorrogável por igual período), crianças e adolescentes de 07 a 18 anos incompletos oriundos do município de Florianópolis, de ambos os sexos, em situação de risco com necessidade de afastamento de sua família de origem, como forma a garantir o seu bem estar biopsicossocial (Estatuto da Criança e do Adolescente/ECA - Art. 98)Condições e Formas de Acesso: Os encaminhamentos para acolhimento neste serviço deverão ser efetuados somente pelos Conselhos Tutelares do Município, Juizado da Infância e da Juventude da Comarca de Florianópolis ou Ministério Público.Período de Funcionamento: Ininterrupto (24 horas).Contatos dos Conselhos Tutelares de Florianópolis:   Conselho Tutelar Região Insular - Rua Júlio Moura, 84, Centro, Florianópolis - SC, 88010-090.  E-mail: conselhotutelar@pmf.sc.gov.br Conselho Tutelar Região Norte - Rodovia SC 401, km 18, Condomínio Brasil, Florianópolis - SC, Telefones: (48) 3266-0243 / (48) 99935-9248.  E-mail: ctnorte@pmf.sc.gov.br Conselho Tutelar Continente- Rua João Vieira, 59 Estreito, Florianópolis/SC Telefones: 32445691

Casa de Acolhimento de Crianças e Adolescentes II - Abrigo de Coqueiros

Serviço de acolhimento provisório de crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social, cujas famílias ou responsáveis encontrem-se temporariamente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção.   As atividades ofertadas se fundamentam no atendimento integral à Criança e ao Adolescente, numa dinâmica que se aproxime ao máximo do ambiente doméstico, familiar e comunitário, estando assim o serviço responsável pelo bem estar biopsicossocial da criança e do adolescente acolhido até que seja possível o retorno à família de origem ou colocação em família substituta. Atendimento em unidade institucional semelhante a uma residência. Capacidade de atendimento de 10 vagas. Usuários: Crianças e adolescentes do sexo feminino de 07 a 18 anos incompletos. Objetivos: A Casa de Acolhimento tem como objetivo acolher em um prazo máximo de 30 dias (prorrogável por igual período), crianças e adolescentes de 07 a 18 anos incompletos oriundos do município de Florianópolis, de ambos os sexos, em situação de risco com necessidade de afastamento de sua família de origem, como forma a garantir o seu bem estar biopsicossocial (Estatuto da Criança e do Adolescente/ECA - Art. 98) Condições e Formas de Acesso: Os encaminhamentos para acolhimento neste serviço deverão ser efetuados somente pelos Conselhos Tutelares do Município, Juizado da Infância e da Juventude da Comarca de Florianópolis ou Ministério Público. Período de Funcionamento: Ininterrupto (24 horas).